Carreira e Trabalho

Pet no trabalho: o melhor amigo a todo momento

animal de estimação no trabalho

Não há como discutir com as pessoas que possuem pets em suas casas, é cientificamente comprovada a importância desses amigos-filhos para a saúde mental do ser humano. Então, quem diz que esquece dos problemas ao ver seu animal de estimação, não está mentindo, esse efeito no cérebro realmente acontece.

Escolha um dos profissionais TelaVita para uma consulta psicológica online

CLIQUE AQUI >

Por isso, muitas empresas têm investido na possibilidade de se ter pets no ambiente de trabalho, sejam eles dos próprios funcionários ou adotados por todos, onde o grupo dividirá as tarefas e alternarão o tempo em casa com o animal.

Comprovado em estudos: o pet no trabalho melhora a produção

Em um estudo realizado nos EUA, no Banfield Pet Hospital, constatou-se que empresas que mantém em seu ambiente animais domésticos possuem profissionais com maior capacidade de comunicação, melhor desenvolvimento de trabalho em equipe, maior controle de assuntos pessoais, – não permitindo que os mesmos interfiram em seu emprego – sem contar que a moral, o emocional e o psicológico dos funcionários foram positivamente influenciados.

Já em outra pesquisa realizada na Universidade Virginia Commonwealth, notou-se que empresas com cães dentro das dependências do trabalho, apresentaram uma diminuição nos níveis de estresse dos colaboradores e também gerou um desempenho satisfatório em seus trabalhos.

Mundialmente conhecida como uma ação pet friendly, esse vínculo afetivo criado entre humanos e animais auxilia no  combate a um dos maiores males da humanidade e que mais afastam funcionários dos empregos na atualidade: os problemas psiquiátricos como: ansiedade, depressão, excesso de raiva e diversos outros transtornos psicológicos.

Não é a toa que os Estados Unidos é um dos países que mais exercem essa rotina em seus escritórios, de acordo com pesquisas atuais, como a realizada pela própria OMS, até 2020 os transtornos psicológicos serão os principais causadores de afastamento nos trabalhos, o que gerará um grande impacto dentro da própria organização, com funcionários desmotivados, além do alto gasto com novas contratações e com os colaboradores afetados.

É preciso ter bom senso

Grandes empresas como o Google já adotaram essa medida em seus escritórios, porém é necessário que haja uma boa vontade e autorização de todos, ou o cenário não será agradável para ninguém.

Para isso, recomenda-se que:

  • verifique-se previamente se todos concordam em adotar um animal e dividir as responsabilidades, ou se haveria problema em levar seu próprio pet para o ambiente de trabalho;
  • o animal deve ser dócil, pois muitas pessoas irão interagir com ele;
  • é importante que seja treinado para não causar confusões e momentos desagradáveis;
  • ao se utilizar elevadores na dependência, certifique-se de que as pessoas que estejam dentro dele não se importam de você entrar com um pet junto;
  • verifique se ninguém no escritório possui alergia a algum animal;
  • em caso de adoção organize previamente como serão divididas as tarefas, monte calendários com as responsabilidades de cada um e leve em conta a preferência da maioria para a escolha do tipo do animal;
  • respeite as áreas em que não são permitidos animais;
  • veja com seus colegas se eles têm medo ou até mesmo trauma de algum animal doméstico.

Adotar um pet ou permitir que o seu próprio frequente o ambiente de trabalho, causa um grande efeito positivo não somente nas pessoas que dividem a mesma área com você, mas também traz momentos valiosos para esses grandes amigos que tanto aguardam para estarem ao lado do dono.

Fale com um psicólogo online para orientá-lo em suas questões profissionais

ESCOLHA SEU PSICÓLOGO >

Rate this post

Você Também Pode Gostar De: