Família e Filhos

A importância do tempo livre no estimulo da criatividade da criança

tempo vago das crianças

Na maioria das vezes os pais completam todo o horário da criança com diversas atividades e tarefas, desse modo acreditam entregar a seus filhos sabedoria e preparo para o futuro e divertimento na medida certa. Mas várias pesquisas mostram ao contrário, essa rotina intensa tira toda segurança e autonomia da criança, onde consequentemente ela não aprenderá a decidir sobre as coisas que realmente gosta de fazer e nem a tomar posições necessárias na vida.

Escolha um dos profissionais TelaVita para uma consulta psicológica online

CLIQUE AQUI >

 

Além de pensarem nos filhos, o motivo principal dos pais fazerem essas programações de atividades é preencher todo o tempo com coisas construtivas e que não deixam nenhum espaço vago para o tédio dominar. Por isso as crianças se veem obrigadas a fazerem lições de casa ou outras tarefas repetitivas, ao invés de trabalharem com o aprendizado através de brincadeiras ou com alguma maneira de divertimento que desenvolva melhor o seu potencial.

O que os pais não sabem é que no momento em que as crianças se sentem entediadas, o estímulo de procura por aventura os conectam a um mundo de conhecimento e criatividade.

Como uma criança aprende ao brincar?

A partir do momento que a criança tem autonomia do seu tempo de lazer (atente-se ao fato do reconhecimento dos momentos de lazer e das atividades obrigatórias) e se dá a chance de se organizar, esse ato proporciona novas atitudes e pensamentos, a permitindo descobrir um mundo novo através da imaginação, onde ele estará repleto de ricas novidades.

A principal habilidade que se aprende quando está ao brincar é fazer com que a criança se sinta segura em relação a ela mesma e principalmente com as outras, por isso é importante que ela tenha espaço em tudo: para brincadeiras, livre para a imaginação e segurança para novas amizades.

Portanto esse momento de lazer é na verdade uma folga para estimular interações sociais, gerar autonomia e desenvolver melhor tanto o cognitivo quanto o emocional.

É importante compreender que o cérebro dela está a todo instante buscando explicações e razões, essas pausas aliviam essa pressão o que gerará uma melhor concentração posteriormente e também um entendimento mais amplo de tudo que é interessante ser aprendido.

Como estimular a criatividade das crianças?

Confira algumas ações que motivam o impulso exploratória da criança:

  • brincadeiras criativas;
  • fazer desenho ou pintar;
  • leitura;
  • passeios para conhecer novos lugares;
  • atividades que mexam com água ou terra;
  • ter relações constantes com outras crianças;
  • construir os próprios brinquedos;
  • entrar em contato com ambientes que estimulam a imaginação: Zoológico, circo, etc;

Quando a criança começar com a nova rotina onde dará espaço para sua imaginação é importante que os pais mostrem interesse por suas ideias, porque só assim ela se sentirá estimulada para procurar o novo.

Outra dica muito importante: os pais precisam sempre responder a todas as perguntas satisfazendo a curiosidade da criança, – mesmo que sejam óbvias – lembre-se que ela não sabe de tudo. E além disso, respeitar o seu ponto de vista e ajudá-la a pensar criticamente.

É preciso entender o tempo da criança e o espaço que ela cria para as brincadeiras, como também para se conectar com ela mesmo, porque é a partir disso que os estímulos para criatividade aparecerem.

Para o mundo da imaginação não existem regras, mas os pais servem como guias que direcionam a aprender novos trabalhos e principalmente superar inseguranças e medos.

Existem muitos conflitos na sua família?

FALE COM UM PSICÓLOGO ONLINE >

 

5 (100%) 1 vote

Você Também Pode Gostar De: