Existe diferença entre psicopatia e sociopatia?

0
860
sociopatia e psicopatia

Entenda o que é psicopatia e sociopatia e as características de cada um.

O norte-americano Gary Ridgway sempre foi um pai de família presente e um marido amoroso. Casado por três vezes, sua última esposa, Judith, afirmou que na época em que ainda eram casados, Gary era carinhoso e o tipo de marido que qualquer mulher sonharia em ter. Mas em 16 anos de união, ela nunca imaginou que seu esposo fosse, na verdade, um dos maiores serial killers dos Estados Unidos. 

Gary Ridgway, popularmente conhecido como o Assassino do Rio Verde, foi condenado a prisão perpétua por 48 assassinatos confessados. Suas vítimas eram, na grande maioria, prostitutas ou mulheres com estilos de vida não-convencionais, como meninas que fugiam da casa dos pais. Ele ganhou o apelido “assassino do Rio Verde” pois, após cometer os assassinatos, ele descartava os corpos das vítimas no Green River, Estados Unidos.

Mas como isso é possível? Gary era psicopata? Qual a diferença entre psicopatia e sociopatia? Muitos psicólogos, psiquiatras e criminologistas utilizam ambos os termos sem distinção, mas especialistas afirmam que existe diferença entre psicopatia e sociopatia. Levando esse viés em consideração, vamos a elas!

O que é ser psicopata?

Charmosos, manipuladores e verdadeiros mestres da atuação. Os psicopatas são o tipo mais perigoso do transtorno de personalidade antissocial e compreendem 1% da população mundial. Embora pareça um número pequeno, 1% engloba milhões de indivíduos que andam por aí, fingindo e enganando.

Leia mais sobre o transtorno antissocial aqui.

Segundo o criminologista Dr. Scott Bonn, os psicopatas são incapazes de criarem laços emocionais e terem empatia pelos outros, por isso, quando cometem crimes como assassinatos, eles não conseguem sentir remorso pelos seus atos. Eles são incrivelmente calculistas e planejam suas ações com muito cuidado para não serem descobertos. Por serem muito manipuladores, geralmente conseguem o que querem e como querem, pois sua natureza manipuladora e irresistível faz com que ninguém desconfie de sua verdadeira personalidade.

Além dessas características de um psicopata, na maioria dos casos, também podemos incluir a inteligência, o alto grau de instrução e boa educação, além de possuírem empregos estáveis. Também são pessoas extremamente calmas, pacientes e carismáticas.  Assim fica difícil imaginar que uma pessoa tão agradável possa, na realidade, ser capaz de cometer atos cruéis, não?

O que é ser sociopata?

Diferentemente do psicopata, o sociopata tende a ficar nervoso e agitado com facilidade. “São voláteis e suscetíveis a explosões emocionais, incluindo episódios de raiva”, explica o Dr. Bonn. Não conseguem parar em emprego algum ou se estabelecer em um só lugar por muito tempo. Acerca dos laços sociais, essa é uma grande dificuldade na personalidade sociopata. “Muitos sociopatas são capazes de formar uma ligação com indivíduos em particular ou até mesmo grupos, mas não em relação à sociedade em geral ou às suas regras”.

O sociopata aparenta sempre estar perturbado. No mundo do crime, como identificar um sociopata fica mais simples quando esses padrões são claros, seguidos de desorganização, espontaneidade e aleatoriedade. 

Psicopata x Sociopata

Características do psicopata:

  • organizado;
  • paciente;
  • calmo;
  • cauteloso;
  • meticuloso;
  • articulado;
  • carismático;
  • charmoso;
  • manipulador;
  • incapaz de criar laços;
  • incapaz de sentir remorso;
  • fingem ser quem não são;
  • fingem sentimentos e emoções;
  • entre outros.

 Características do sociopata:

  • aparenta perturbação;
  • desorganizado;
  • aleatório;
  • espontâneo;
  • explode emocionalmente;
  • agressivo;
  • tem ataques de ira;
  • incapaz de sentir remorso;
  • entre outros.

A quinta edição do DSM-5, publicado pela American Psychiatric Association em 2013, listou tanto sociopatia como psicopatia como transtornos de personalidade antissocial. Ambas têm as características a seguir em comum:

  • apresentam desprezo por regras, leis e código moral;
  • apresentam desprezo pelo direito dos outros;
  • incapacidade de sentir remorso e culpa;
  • tendência em ter comportamentos violentos.

Tanto as pessoas psicopatas, quanto as sociopatas estão sob o espectro do transtorno de personalidade antissocial. Embora sejam uma parcela pequena no que diz respeito à porcentagem global, eles ainda condizem a milhões de pessoas. A mente psicopata ou sociopata já pode ter cruzado o seu caminho alguma vez na vida e você nem percebeu. Por via das dúvidas, é bom lembrar das características desses enganadores, afinal, nunca se sabe, não é mesmo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.