Insatisfação Profissional – O Responsável é o Funcionário ou a Empresa?

0
227

Se você abriu esse post, provavelmente você tem insatisfação no trabalho. Já se perguntou o porquê isso acontece? É só de você ou também os outros têm esse problema? A empresa em que você está realmente não seria um bom lugar para ninguém?

Nos deparamos diversas vezes descontentes com locais onde estamos empregados. Mas o que não paramos para refletir é se é comum essa empresa ter algum funcionário insatisfeito. Nem sempre a culpa é da empresa, muitas vezes não nos adequamos como gostaríamos ou não alcançamos o objetivo desejado.

É quase impossível modificar a cultura de uma cultura organizacional de repente, muito mais se for para satisfazer somente nossas vontades ou propósitos. Nesse caso não seria melhor perder o medo de arriscar e tentar mudar de ares?

Sinais dos tempos atuais

Hoje temos uma maneira diferente de olharmos nosso emprego, há tempos atrás era costume nossos pais ou avós trabalharem para ter uma fonte de renda para sustentar a família, hoje em dia essa história mudou. Buscamos a melhor formação possível na área que aparentemente nos agrada para que possamos exercer nossas funções da melhor maneira e de contrapartida queremos a realização profissional, desejamos nos sentir bem no ambiente que trabalhamos e na forma como trabalhamos.

Esse tipo de pensamento claro que não é errado, mas na maioria das vezes nos tornamos pessoas mais exigentes, ficamos insatisfeitos com o trabalho e em muitos casos enxergamos somente nosso ponto de vista e não o da empresa como um todo.

Podemos e devemos sim procurar nos encaixar no melhor local possível, mas precisamos manter os pés no chão e aceitar que não haverá local perfeito, alguns dias não serão bons por diversos motivos, e esses dias ruins não devem estragar toda uma carreira que você investiu tempo, nem atrapalhar sua história em uma empresa devido a pequenas falhas.

Estou insatisfeito com meu trabalho, como sei de onde vem o problema?

Nada melhor do que você mesmo para responder. De onde vem sua insatisfação profissional? Você já parou por pelo menos uma hora do seu dia para analisar toda a situação?

Podemos notar que hoje o papel do emprego na vida da maior parte da população é o principal foco. Isso porque muitas pessoas atribuem ao trabalho o medidor essencial de satisfação na vida. Ou seja, se você não se sente realizado no trabalho, você é infeliz na vida.

Esse tipo de pensamento parte do ponto em que a empresa é onde passamos a maior parte de nossos dias. Se formos analisar graficamente em como dividimos nossos horários com certeza o tempo empregado na rotina de trabalho será o maior.

Tente organizar as questões importantes para você, veja que pontos seriam analisados e quais interferem em sua vida e se questione, você pode seguir os seguintes aspectos para sua auto avaliação e assim saber como encontrar satisfação no trabalho:

  • Meu patrão tem a postura que eu imagino a correta? (Lembre-se que é uma relação entre patrão e funcionário, ele não é teu melhor amigo);
  • Eu recebo o merecido pelas funções que exerço? (Essa questão não avalia só salário, mas também valorização pessoal e reconhecimento);
  • O meu ambiente de trabalho é o que eu gostaria? (As pessoas e as ferramentas disponíveis estão de acordo com o que você precisa?);
  • Eu atinjo as expectativas da empresa? (Você dá conta de fazer o que lhe é solicitado?).

Essas questões te ajudarão a saber se você está em um ambiente de trabalho bom para você, que condizem com o seu jeito de agir e pensar, que fará o dia fluir melhor.

Não se esqueça que a história da sua carreira profissional depende somente de seu esforço. Se não tem motivação e satisfação no trabalho cabe a você solucionar isso da melhor forma.

Sinais de que sou eu o problema com a minha insatisfação no trabalho

Há algumas maneiras de você saber que de alguma forma, é você quem está contaminando a empresa ou tendo uma postura não muito profissional, os sinais mais comuns são:

Todos meus colegas de trabalho são incapacitados

Se você acha que todos com quem você trabalha são incapazes, e que as pessoas que ocupam altos cargos são incompetentes é melhor parar um pouco e refletir sobre o que está realmente acontecendo. Está todo mundo errado, ou é você que não é uma peça adequada para esse cenário organizacional em que está?Cuidado para não se tornar o chato da história com esse tipo de desprezo pelos demais. Uma ou duas pessoas abaixo da média exigida pela empresa é uma coisa, agora uma seleção de incompetentes é muito difícil de acontecer.

Seus colegas de trabalho te evitam

Não pense que é porque você é o novato e eles não se sentem bem ainda com sua presença, essa fase de adolescência da sua vida já passou. No emprego se ninguém se aproxima de você provavelmente é sua forma de expressar ou conduta que está desagradando e afastando os demais.Você não precisa ter amigos íntimos, mas criar um ambiente harmônico em que você possa facilmente dialogar e ter auxílio dos colegas contribuirá muito em seu próprio desempenho e diminuirá a sua insatisfação no ambiente de trabalho.

Você passou por diversas empresas em pouco tempo

Quando temos insatisfação no emprego e buscamos por outras oportunidades não é nenhum problema. Mas, mudar constantemente de lugar, principalmente se foi demitido, é de se preocupar.

Quando se é aceito após uma entrevista é sinal de que você é um profissional capacitado e que aparentemente exerce as funções que a empresa necessita. Mesmo em tempos de crise, não é normal você ser dispensado de muitos locais em pouco tempo. Reflita sobre suas atitudes e postura, há algo errado em sua conduta no trabalho.

Você sempre recebe a culpa por tudo

Sabe aquele cenário de que se você comete uma pequena falha seu patrão está lá já reclamando, mas seu colega causa uma avalanche e ninguém fala nada? Então, pode acontecer de ele ter preferências, claro. Mas já reparou quantas vezes você já cometeu essas pequenas falhas, qual a frequência que você atrasa aqueles 5 minutinhos? Você sempre deu conta de resolver todos os assuntos que são pertinentes a você antes de ir embora?

Às vezes a frequência em que se comete as falhas são mais impactantes do que quando falhamos uma vez só, mesmo sendo  em um peso maior. Não é anormal ter insatisfação com o trabalho, temos todo o direito de decidirmos como queremos direcionar nossas vidas. Nos dedicamos e estudamos por muito tempo para isso, afinal o mercado exige cada vez mais e não podemos ser totalmente dependes deles, precisamos também encontrar nossas motivações e exigirmos de volta o que empenhamos.

O importante aqui é determinarmos diretrizes de avaliação para sabermos porque temos satisfação ou insatisfação no trabalho. Como dito anteriormente, não haverá o local perfeito, nem todos os dias serão contos de fadas ou como gostaríamos que fossem. Então pensando nisso, devemos nos poupar do desgaste de ficarmos trocando de empregos procurando por algo muito difícil de ser encontrado.

Se o seu emprego é bom, se os dias ruins são mínimos comparado as compensações que você recebe e se você se sente valorizado pelo que você faz, pense bem antes de abandonar o barco, porque geralmente só nos arrependemos depois que já tomamos a atitude.

Avalie este post!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.