Como lidar com a birra dos filhos?

0
675

Não é fácil educar uma criança, quando nos tornamos pais costumamos nos perguntar: “como será que meus pais faziam?”. Mas os tempos mudaram, as regras para como se portar com as crianças agora são diferentes e temos também mais estudos e uma visão ampla de como lidar com a birra dos filhos, o famoso “chilique“.

Não queremos punir sendo injustos, às vezes temos pena de sermos enérgicos demais, mas situações em que as crianças gritam, batem, se jogam no chão ou qualquer outra coisa que fuja de um comportamento adequado e pareça mais um protesto deve ser pensado em como controlar, pois isso não incomoda só os pais por não conseguir obediência, mas também transformará a criança em um adulto sem saber os limites de muitas coisas na vida, pois terão que sofrer muito para aprender a lidar com diversas situações.

Há dicas de como educar seus filhos que auxiliarão e muito nesse processo. Esses conselhos são estratégias que te orientam a melhor forma de agir diante uma criança birrenta e que parece não compreender direito o que lhe é explicado.

Por que algumas crianças fazem birra?

A birra é algo totalmente normal em uma criança, só resta aos pais saber como conduzir a situação para que o filho entenda o porquê aquilo não é correto. Ela é a sua forma de tentativa de demonstração do que eles querem muito e são mais comuns durante o período da primeira infância que vai dos 18 meses até os 3 anos.

É muito comum em um momento de acesso de birra do filho nos questionarmos se devemos ceder, ignorar, punir com tapinhas, gritar mais do que eles, conversar depois ou colocar de castigo. A dúvida de como educar um filho sempre estará presente no pensamento de bons pais. Então não se sintam impotentes, nós daremos aqui algumas dicas importantes a lidar com essa fase! Lembrando que se a situação não for amenizando com o tempo, é muito importante buscar auxílio de um profissional da área da psicologia para tentar outras formas de abordagem por meio de estudo mais profundo, para poder melhor orientá-la e descobrir a essência deste problema.

Dicas de como lidar com acesso de birra

Birra em público

  • Tente interromper a criança, demonstre sua frustração por aquilo estar acontecendo e diga que se ele não parar vocês irão embora;
  • A entretenha de alguma forma, tente levar o foco para outra coisa, mostre algo interessante;
  • A criança está focada somente nela mesma, a faça enxergar ao redor. Tente mostrar que não tem mais ninguém fazendo aquilo naquele local, só ela está chorando. Isso a ajuda a ter uma melhor percepção do universo ao seu redor;
  • Se for algo em um Shopping e supermercado por exemplo, cheio de pessoas desconhecidas, simplesmente finja que não viu e continue andando lentamente, olhe produtos em uma vitrine ou prateleira (preste atenção disfarçadamente na criança para ver se ela saiu do lugar e quem está por perto). A sensação de estar desprotegida faz com que a criança tenha preocupação e vá atrás dos pais.

A criança precisa entender que se ela não parar o momento bom terminará por culpa dela e que aquela atitude não a levará a nada.

Mantenha a calma

Já basta um fora do controle, você não pode ficar. Olhe diretamente nos olhos da criança e diga que você não consegue entender nada do que ela quer falar, porque ela está só gritando e chorando. Diga que assim que ela e acalmar você tentará conversar com ela para entender o que ela quer.

Não insista muito em conversas em momentos de birra

Se o que foi dito de início não surtiu efeito, não fique tentando falar mais alto, ou repetindo o que gostaria que ele entendesse. Essa ação é como a de um adulto, em um momento em que estamos tomados pela raiva achamos que temos a razão, eles são iguais, não irão ceder. Deixe para conversar depois.

Sempre motive bons comportamentos quando possível

Se a criança agiu de uma maneira errada anteriormente, use aquela situação como exemplo de que você confia nela e tem certeza que ela aprendeu e aquilo não acontecerá novamente, porque você sabe que seu filho é um bom menino (a). Essa postura de dar crédito a criança a encoraja a se comportar melhor.

Se previna

A criança entende melhor as situações quando as pontuamos. Antes de sair converse com ela sobre o que irão e o que não poderão fazer. É muito importante também que a criança tenha uma boa noite de sono e esteja sempre bem alimentada, criança com fome ou cansada ficam facilmente mais irritadas.

Valorize o momento de atenção da criança

Quando seu filho te entender em um momento de birra e parar para prestar atenção em você, valorize esse momento. Saiba que é muito significante o ato de reflexão que ela fez de parar, pensar que talvez estivesse realmente agindo errado e te escutar. Então saiba se expressar de forma pontual sem ser grosseiro, afinal você não quer que ela sinta medo de você e sim respeito.

Mostre que você a entende

A criança só quer ser compreendida, então quando ela engolir a birra, explique que você entende o lado dela, mas que naquele momento não é possível e a dê as razões. Isso a auxiliará em seu processo de aprendizado, você precisa dizer que ela é compreendida mas que precisa aprender a entender as situações também.

Não seja 8 ou 80

Use a expressão “não pode” somente para o que realmente é terminantemente proibido. Os pais devem sim demonstrar autoridade pois eles precisam entender quem manda, mas em algumas situações isso pode ser de uma forma flexível, por exemplo, você acabou de arrumar os brinquedos dela e lá vai a criança espalhar tudo, um acordo do tipo: “pode brincar, mas depois você guarda tudo no mesmo lugar” não pode ser feito?

Castigue racionalmente

É nessa fase da vida que começamos a compreender que toda ação gera uma reação. A criança tem que compreender que seus atos lhe trarão uma resposta, então castigue sem se arrepender. Uns 10 minutinhos de castigo para um pequeno de 2 anos é suficiente. A proporção irá aumentar de acordo com a idade e com o que ela tenha feito.

Você é o exemplo

Se você faz birra em momentos de raiva, como gritar ou bater portas, a criança aprenderá com você que aquele tipo de atitude resolve problemas. Então, seja o exemplo de conduta que você quer que ela tenha.

Nunca ceda ao pedido da criança em uma birra

Fazer o que eles querem para que parem de espernear só alimentará a forma de comportamento errada deles. Por verem que surtiu efeito eles farão novamente, cada vez pior.

Esperamos que vocês encontrem orientações de valia neste post e que possam desfrutar dessa fase dos filhos que é encantadora e uma caixinha de surpresas, vocês aprenderão muito com eles também. Não se esqueça de procurar ajuda de um profissional caso o problema não seja resolvido como o esperado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.