Qual a melhor maneira de lidar com o luto?

melhor forma de lidar com o luto

O luto. O vazio, o desespero e a voz silenciosa do luto. A morte chega – todos sabemos disso -, porém isso não significa que estamos preparados para ela. A dor do luto é imensurável. Única. Cada pessoa sente de uma forma diferente. Quanto tempo dura o luto? Não há como precisar. Assim como a dor, ela é singular.

E como lidar com o luto? Todos queremos saber a resposta. A saída fácil. Mas, entendemos, infelizmente, que não é simples assim. Sentimentos de luto não vão simplesmente embora. Demoram, geralmente. E tudo bem. Não precisamos acelerar processos. Aliás, aprender a como viver o luto é importante para compreender o que ele significa.

O processo do luto

Uma confluência de sentimentos. Podemos tratar assim o período de luto. A tristeza está presente. E fica, fica… Nos sentimos desolados, isolados. Não há muito o que fazer como forma de consolo. E o que falar para uma pessoa de luto? Muitas vezes ela não quer escutar nada. Às vezes, palavras com intuito de consolo acabam tendo o efeito oposto.

Não queremos essa situação. Obviamente, não gostamos dos desdobramentos da morte. Como superar o luto varia. O que sabemos é que isso não ocorre em um instante pois, estamos tratando de um processo.

Inclusive, o modelo Kubler-Ross sobre a existência de cinco fases do luto é amplamente difundido. Outros preceitos acadêmicos, mesmo não concordando com esse modelo, indicam que existe um processo.

A pessoa precisa de tempo para compreender os sentimentos que está sentindo. Assim, conseguirá lidar com o luto. Pode parecer óbvio, porém realmente entender o que estamos sentindo é uma tarefa árdua.

Quem nunca sofreu ou presenciou uma cena para rejeitar o que estamos sentindo? O choro ainda é visto como uma sinal de fraqueza por muitas pessoas. Como enfrentar o luto num cenário em que não podemos nos expressar? Não conseguimos. Reprimimos. E isso nos afeta emocionalmente e negativamente.

Afinal, como superar um luto? Bem, isso não precisa ser uma tarefa solitária – aliás, não deve. Então, como estamos tratando de aspectos emocionais, a procura por um psicólogo torna-se fundamental. Realizar terapia do luto é a melhor maneira de lidar com essa confluência de sentimentos, nesse sentido.

O papel da ajuda psicológica

Então, como trabalhar o luto em psicoterapia? O psicólogo é o profissional treinado para ajudar as pessoas a compreenderem o que elas estão sentindo. A morte de um ente querido gera consequências pesadas para o psicológico de todos, por isso, a ajuda terapêutica é essencial para lidar melhor com esse período.

O acompanhamento psicológico é um espaço seguro para a pessoa conversar sobre o que a está afligindo. Dessa forma, a terapia aparece como uma oportunidade para expressar as nossas tristezas. Porém, além disso, aprender a conviver com elas e o que significam.

O tratamento é realizado sob diversas técnicas que procuram edificar as estruturas mentais e construir resiliência. Tristezas, culpas, angústias e mágoas são trabalhadas em conjunto com o paciente. Sendo assim, as experiências com o jazido não são abandonadas, mas absorvidas.

Compreender os sentimentos é o primeiro passo para uma relação mais saudável com o luto. Questões mal resolvidas, nesse sentido, podem agravar situações e prejudicar a saúde dos enlutados.

Dessa forma, é fundamental procurar ajuda profissional. Existem diversos psicólogos que são especializados no tratamento do luto. Por isso, não é preciso ter vergonha de pedir ajuda. Vai ficar tudo bem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.