Licença nojo: saiba como dar suporte a um colaborador de luto

0
224
homem-de-luto-apos-licenca-nojo

Perder um ente querido é uma experiência dolorosa que afeta profundamente a vida de uma pessoa. No ambiente de trabalho, compreender e oferecer suporte a um colaborador que está de luto é crucial. 

Nesse sentido, a licença nojo surge como uma medida importante para proporcionar o tempo necessário para a pessoa lidar com a perda e se reorganizar emocionalmente. Você sabe como sua empresa deve agir nesse tempo, e até mesmo depois da licença?

O que é a licença nojo?

A licença nojo, também conhecida como licença funeral, é um benefício concedido aos trabalhadores para lidar com situações de luto e perda de entes queridos. Geralmente, essa licença é oferecida pelas empresas como uma forma de permitir que os colaboradores se afastem do trabalho temporariamente.

Dessa forma, eles podem enfrentar o processo de luto, organizar cerimônias fúnebres, e lidar com outras responsabilidades relacionadas à perda. No entanto, a duração e as condições da licença nojo podem variar de acordo com a legislação local e as políticas específicas da empresa.

Além disso, a licença nojo representa um reconhecimento por parte das empresas da importância do apoio emocional em momentos delicados. Ao oferecer esse benefício, as organizações demonstram compreensão e empatia, reconhecendo a necessidade de um período de ajuste diante da perda de um ente querido.

Como posso ajudar meu colaborador de luto?

É essencial que, como empresas, estejamos cientes das legislações locais relacionadas à licença nojo, porém também é recomendável que implementemos políticas internas que ofereçam suporte adicional, como extensões flexíveis ou apoio psicológico.

Sendo assim, devemos nos esforçar para sermos flexíveis durante o período de licença nojo. Logo, compreender as diferentes necessidades de cada colaborador e permitir ajustes no retorno ao trabalho pode ser crucial para facilitar a reintegração pós-luto.

Após o retorno do colaborador, é importante oferecer suporte contínuo. Verificar regularmente como estão se sentindo e se há necessidade de ajustes nas responsabilidades ou horários demonstra um comprometimento genuíno com o bem-estar do colaborador.

4 práticas de gestão para oferecer apoio após a licença nojo

Passar por um período de licença nojo pode ser emocionalmente desafiador para os colaboradores. Contudo, demonstrar empatia neste momento não apenas fortalece os laços entre empresa e colaborador, mas também contribui para um ambiente de trabalho mais compassivo. Aqui estão 4 práticas para mostrar empatia após a licença nojo:

1. Recepção sensível

Considere a criação de um ambiente acolhedor, talvez até mesmo um breve encontro com a equipe para expressar solidariedade e suporte emocional ao colaborador. Um bom gesto, no entanto, pode ser a entrega de uma carta de condolências assinada por colegas e lideranças da empresa.

2. Check-ins regulares

Estabeleça um cronograma de check-ins regulares, não apenas nos primeiros dias, mas ao longo das semanas seguintes. Mostre interesse genuíno pelo bem-estar do colaborador, incentivando a comunicação aberta sobre seu estado emocional e necessidades.

3. Flexibilidade no retorno

Proporcione flexibilidade no retorno ao trabalho, permitindo que o colaborador ajuste seu horário de acordo com suas necessidades. Se possível, ofereça a opção de trabalho remoto nos primeiros dias para facilitar a readaptação.

4.  Oferta de apoio psicológico

A Telavita proporciona acesso fácil e remoto a psicólogos qualificados, permitindo que os colaboradores recebam apoio psicológico no conforto de suas casas ou em qualquer local conveniente. Você pode cobrir os custos individualmente ou aderir um programa emocional para sua empresa.

Como a Telavita pode ajudar a sua empresa

A Telavita possui programas destinados a apoiar a gestão por meio de ações e cuidados especializados que visam o bem-estar contínuo dos colaboradores. Esse é o caso do Cuidado Coordenado, uma iniciativa que consiste na colaboração entre diversos profissionais e serviços de saúde, assegurando que os colaboradores recebam cuidados abrangentes, contínuos e integrados em diferentes configurações de atendimento. 

Nesse sentido, supondo que a sua empresa tenha acesso ao Cuidado Coordenado da Telavita, antes de iniciar qualquer intervenção, haverá avaliações especializadas para compreender a situação do colaborador em luto. Essa avaliação ajudará a identificar as necessidades emocionais específicas e a personalizar o suporte de acordo com elas.

Além de sessões com psicólogos, o colaborador em luto também poderá receber materiais de apoio que o ajudarão a passar por essa adversidade e auxiliará ele a voltar a sua rotina com equilíbrio e bem-estar mental. Conheça nosso benefício!

Quero o Cuidado Coordenado para minha empresa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.