Como Prevenir um Ataque de Pânico

0
2079

Vimos no post sobre Transtornos de Ansiedade que o Ataque de Pânico pode  ser uma de suas consequências.

A crise de pânico surge de forma repentina e abrupta, muito parecida inclusive com um ataque cardíaco. É necessário ficar atento para agir de forma rápida.

Conhecendo um pouco mais sobre o Ataque de Pânico

É um distúrbio mental que provoca um ataque de ansiedade em um grau muito elevado, quando a pessoa se encontra em alguma situação que lhe parece ofensiva. É o medo excessivo de sentir medo, onde se desencadeia uma sequência de pensamentos e o pavor sufocante da morte, o que o deixará sem o controle da situação.

O ataque de pânico geralmente é o resultado de alguma experiência traumática na vida da pessoa Locais ou eventos que lembram essas situações desagradáveis fazem com que o medo prevaleça ao controle.

Sintomas mais comuns

Os sintomas mais comuns durante essa crise são: a falta de ar, tremores, dor torácica, ondas de calor e frio, palpitação, sudorese, vertigens, enjoos, sensação de sufocamento, perca de movimentos e formigamentos no corpo.

Como evitar um ataque de pânico

Se você tem ou conhece alguém que está com esse problema, saiba que evitar locais ou qualquer coisa que te lembra os maus momentos não irá te livrar de passar por esta situação, pois como você não pode ter controle de todos os eventos que te rodeia, em algum momento você passará por mais uma crise. Se enclausurar do mundo também não lhe trará a solução, ao contrário, só alimentará mais ainda o seu medo.

Primeiro, busque o tratamento com um médico especialista, ele existe e é muito eficaz. E abaixo deixamos também algumas dicas de como amenizar esta situação tão chata e desconfortante:

No momento em que está começando o ataque:

  • Ao começar a sentir levemente os sintomas, procure um lugar fresco e que sinta seguro;
  • Nunca saia correndo, não faça nada que alimente mais seu desespero;
  • Sente-se ou fique agachado, como lhe parecer mais confortável;
  • A respiração é sua aliada, inspire profundamente e solte lentamente pela boca, faça isso por alguns minutos;
  • Procure manter a calma, desvie seu pensamento para outro assunto;
  • Pensar em soluções de assuntos que deixou pendente é também uma forma de distração;
  • Use seus sentidos: observe o que acontece a sua volta, algum aroma que chame sua atenção, um som, algo que possa tocar;
  • Se você já está em tratamento, tome os medicamentos prescritos pelos profissionais.

Prevenção antes de qualquer problema:

  • Aprenda a praticar atividades que ensinem o relaxamento, como Yoga e Pilates;
  • Procure não se estressar;
  • Evite locais muito lotados que te causam desconforto;
  • Tome muito cuidado com bebidas que estimulem o sistema nervoso como álcool e bebidas com cafeína.

O mais importante é se livrar do pensamento do que desencadeou o ataque. Se gosta de música leve com você sempre um celular, ou um aparelho com músicas que você gosta e fones de ouvidos para relaxar.

Saia do conforto de seu lar com algo que te distrai facilmente só para você poder usar nos momentos extremos.Se tiver alguém com quem você pode contar neste momento peça a ajuda, a companhia pode fazer os sintomas sumirem mais rapidamente.

O tratamento da Síndrome do Pânico

Se você possui os sintomas da Síndrome do Pânico, o aconselhável é realizar uma consulta com um psiquiatra para ele poder oferecer um diagnóstico preciso e dessa forma começar o tratamento correto.

O tratamento a ser realizado é a base de psicoterapia e terapia comportamental, e com o tempo as crises e os sintomas serão reduzidos. Dependendo do tipo de tratamento e da frequência das síndromes o paciente também poderá ser tratado com medicamentos.

A alimentação e remédios naturais também auxiliam nesse processo. Alimentos que equilibram o sistema neurológico, diminuindo o estresse como os antioxidantes por exemplo, são bem vindos.

É muito importante o foco para ter o autocontrole, e todos nós sabemos que ninguém quer passar por esse tipo de situação e se privar da vida em sociedade por medo. Aprenda a se controlar, procure um médico que ele irá te orientar da melhor forma possível, lembre-se que sua mente é sua real moradia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.