Saiba a importância de promover a motivação no trabalho

0
6226
funcionarios-felizes-motivacao-no-trabalho

O trabalho exige boa parte do nosso tempo diário. Nos dedicamos todos os dias e esperamos ser reconhecidos por nossos esforços. Porém, nem sempre isso é uma realidade. Logo, com a falta de feedbacks, nos damos conta também com a falta de motivação no trabalho.

Segunda entrevista da Gallup, 61% dos trabalhadores não se sentem engajados em seus respectivos empregos. Dessa forma, impactam negativamente o crescimento da empresa e também, suas carreiras profissionais.

A motivação no trabalho é um aspecto importante de ser tratado e, caso não seja visto pelas empresas, pode custar mais de milhões de reais. Afinal, a desmotivação gera a diminuição da produtividade, a falta de qualidade nas entregas e possíveis demissões.

 O que é motivação?

A palavra “motivação” tem origem no latim “movere” e significa “mover”, ou seja, quando falamos de motivação, falamos de movimento e direção. Sendo assim, é o impulso interno que faz alguém se movimentar e partir para uma direção desejada intensamente, seja ela consciente ou inconsciente. 

O conceito de motivação na psicologia percorre diversas instâncias. Há pesquisadores que estudam as razões pelas quais os indivíduos se sentem motivados a partir de determinado estímulo. Outros, preferem acreditar que a motivação já é algo intrínseco em cada indivíduo. 

A motivação no ambiente de trabalho

Assim como na vida, todos nós temos áreas de interesse, desejos e paixões. Logo, quando escolhemos uma profissão e trilhamos uma carreira, também nutrimos a motivação profissional para atingir objetivos ou, simplesmente, ter um trabalho que converse com as nossas ideias. 

A satisfação no trabalho não é algo facilmente alcançável, ainda mais no atual cenário social que vivemos com números cada vez maiores de vítimas da síndrome de burnout. Mas se sentir motivado e motivar os seus funcionários não é tão difícil assim. 

Para Alexandre Lauria, contabilista na Telavita, a  motivação no trabalho “é um conjunto de situações, é ter um bom ambiente, condições de trabalho adequadas, reconhecimento profissional, salário justo e também respeito”. 

Dinheiro traz motivação?

Para algumas pessoas, um bom salário é o suficiente para ter motivação para trabalhar, porém, a longo prazo, essa pode ser uma grande armadilha. Maria Fernandes Faria, Customer Success da Telavita, já passou pela falta de motivação no trabalho em uma empresa em que foi funcionária há alguns anos. 

“O salário não compensa a falta de motivação no trabalho. Eu saí de uma empresa para ganhar 40% menos, pois eu era completamente infeliz e sem perspectiva, crescimento ou desenvolvimento profissional. O dinheiro como compensação só me fazia gastar ainda mais dinheiro, pois era a forma que eu compensava a frustração: pelo menos a grana é boa, vou gastar”, conta Maria Fernanda. 

Considerando o exposto, mesmo que receber uma boa quantia de dinheiro seja satisfatório, pode não suprir nossos desejos internos. Dessa forma, com o passar do tempo, não será mais o suficiente para nos fazer acordar motivado para ir trabalhar. 

Portanto, as empresas precisam também estender esta premissa. O dinheiro não cobre frustração. É necessário olhar para cada colaborador e entender os motivos de seu desapontamento com a corporação. Só assim será possível saná-los e ter os funcionários satisfeitos de volta.

ebook-saude-mental-nas-empresas

Como motivar os funcionários?

Algumas empresas apostam em treinamento motivacional para ajudar seus funcionários. Entretanto, as palestras motivacionais também estão em alta, mas somente ações diárias e a longo prazo poderão manter os funcionários satisfeitos.

Oferecer plano de carreira, por exemplo, dá ao colaborador segurança e perspectivas para o futuro de sua vida profissional. Apenas palavras motivadoras não farão com que o seu colaborador permaneça na empresa por muito tempo. 

É preciso colocar em prática todo o discurso motivacional. Liderança e motivação andam juntos. Um gestor líder é aquele que dá todas as ferramentas necessárias para o colaborador crescer profissionalmente e pessoalmente. 

O papel da gestão

Um gestor que aposta na qualidade de vida do seu colaborador terá melhores resultados no final. O modelo de trabalho de antigamente em que o chefe mandava e o funcionário obedecia de cabeça baixa está morrendo. 

Dessa forma, uma equipe que recebe todos os incentivos, bem-estar e qualidade de vida será aquela em que o funcionário estará mais motivado. Os tempos mudaram, as formas de trabalho se modificaram e as empresas precisam se adequar às novas demandas que a sociedade carece no âmbito trabalhista.

Como a Telavita pode te ajudar?

Sentir-se desmotivado no trabalho não é, de forma alguma, o cenário ideal. Pelo contrário, é a porta de entrada para problemas psicológicos. No entanto, para conseguir manter o ritmo de crescimento das empresas, as instituições devem se importar com a saúde emocional dos colaboradores.

A Telavita oferece o Programa de Saúde Emocional (PSE) para as empresas que necessitam de ajuda e querem implantar uma cultura de cuidado mental em seus empreendimentos. O projeto oferece mapeamento completo dos índices de ansiedade, depressão e estresse e, ainda, disponibiliza um catálogo robusto de psicólogos para atender os funcionários.

Saiba mais sobre o Programa de Saúde Emocional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.