Como manter a saúde mental na quarentena

quarentena

Estamos diante de um enorme desafio que é o confinamento em casa. E o pior: tudo aconteceu de forma muito repentina. Dessa forma, nos deparamos, de repente, com muito tempo livre e maior convivência familiar. Além disso, o espaço físico restrito acaba dificultando a assimilação e enfrentamento da quarentena.

Nosso cérebro está estranhando todo esse cenário e sentindo falta do turbilhão de estímulos que estávamos acostumados. Afinal, aquele movimento de trânsito, o cruzamento com pessoas na rua de forma intensa e nosso local de trabalho eram o comum. Agora, isso não existe mais.

LEIA MAIS: Problemas de saúde mental mais comuns durante uma pandemia

Por isso, precisamos reestruturar ações para manter nosso cérebro satisfeito e, consequentemente, a nossa saúde mental estabilizada.

Vamos nos comunicar com nosso cérebro?

Segundo a neurociência, nosso cérebro ama quando estimulamos a área responsável pela liberação do prazer. O circuito cerebral do prazer, também chamado de circuito mesocorticolímbico, é formado por um pequeno grupo de regiões cerebrais nas quais são produzidos os maiores níveis de dopamina.

Este circuito se ativa quando recebemos estímulos que nos dão prazer. Existem motivações internas que nos levam a querer realizar esses estímulos e atender as necessidades do cérebro. Portanto, é esse mecanismo que nosso cérebro está nos cobrando quando nos sentimos entediados.

O que fazer para atender essas necessidades do cérebro?

Vou passar umas super dicas para que você possa sintonizar as necessidades do cérebro, manter-se em equilíbrio emocional e preservar sua saúde mental. Lembre-se: nem sempre uma prática que serve para você, irá servir para outra pessoa. É preciso selecionar as atividades de forma personalizada para se aproximar daquilo que você gosta.

– Jogos lúdicos: reúna a família para jogar aqueles jogos antigos, que você nunca mais teve tempo, como: stop, buraco, bingo, entre outros. Eles podem gerar experiências muito positivas, integração e momentos de muitas risadas;

– Assistir filmes: busque selecionar um estilo de filme agradável e que desperte suas emoções positivas. Depois, comente em família a mensagem que o filme passou, troque ideias e posicionamentos sobre o contexto da história;

– Escutar músicas: esse é um excelente recurso restaurador de emoções. Procure cantar e dançar. Se envolva com a melodia que você gosta. Convide seus filhos, pais ou outros familiares que estejam com você. Criem repertórios e movimentos corporais juntos;

LEIA MAIS: Quarentena: tudo é uma questão do olhar

– Culinária: faça aquela receita que você ama e compartilhe com sua família. Além de lhe agradar, as outras pessoas vão se sentir muito acolhidas com sua iniciativa e vão aproximar o relacionamento;

– Falar com amigos: aproveite as mídias sociais ou o telefone para ficar mais próximo de pessoas queridas. Esse é um excelente momento para você procurar aqueles amigos que ficaram para trás por falta de tempo. Lembre bons momentos e dê palavras de apoio e otimismo;

– Organize seu guarda roupa, armários, bibliotecas, etc. Esse é um excelente momento para deixar seu ambiente organizado, já que, provavelmente, não havia tempo antes. Temos um enorme prazer quando concluímos a organização e vemos tudo muito ajeitado e limpo. Convide outras pessoas de sua família para o ajudar.

O que não fazer

Evite ficar checando, a todo o momento, as redes de comunicação para saber as últimas notícias. Ficar informado é diferente de não parar de prestar atenção no noticiário. Sendo assim, ao ficar antenado sem uma pausa, você ficará mais estressado e ansioso.

Busque fontes informativas seguras, como a do Ministério da Saúde. Selecione as mensagens de WhatsApp e saiba identificar as “fakes news”. Se alguma mensagem lhe despertar medo e terror, duvide delas, pois tem muita gente maldosa que quer causar pânico. Em toda situação de caos na humanidade, todas as mensagens válidas, são as que tranquilizam e nos levam a integridade emocional.

E então?

Vamos aproveitar um momento que vai ficar na história de vida de cada um. Espero que no futuro esse momento não seja lembrado somente como uma tragédia. É importante ter uma construção positiva dos dias de convivência agradável para que possamos até sentir saudades dos momentos desfrutados juntos em família.

LEIA MAIS: Como planejar minha carreira em tempos de coronavírus?

Vamos nessa? Siga essas dicas e você vai se sentir mais saudável e manter sua saúde mental com mais plenitude!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.