Gravidez psicológica existe! Entenda mais sobre o distúrbio

0
437
distúrbio de Gravidez Psicológica

Em 2013, uma mulher foi submetida à cirurgia de parto em um hospital do Rio de Janeiro. Os médicos deram início ao procedimento e, o que parecia ser mais um dia normal na sala de operações, provou-se o contrário. Assim que o parto teve início, os médicos perceberam que, na realidade, não havia bebê algum no útero da mulher e que este se mostrava normal. Como poderia? É que a mulher, embora alegasse estar grávida de 41 semanas e ter passado por todos os sintomas de gravidez, na verdade, enfrentava um quadro de pseudociese, ou como é comumente chamada, gravidez psicológica.

O que é gravidez psicológica?

Muitas pessoas se perguntam se, de fato, existe gravidez psicológica. A gestação psicológica, ou pseudociese, é um distúrbio psicológico no qual sintomas de gravidez e mudanças hormonais ocorrem no corpo da mulher sem que ela esteja, de fato, grávida. Como é gravidez psicológica? Há o mito de que a mulher que desenvolve a pseudociese nutre em si um desejo enorme de ser mãe, mas isso não é uma regra, já que aquelas mulheres com grande medo de engravidar também podem desenvolver o distúrbio. A psicóloga  e mestre em psicologia clínica da PUC-SP, Gabriela Malzyner, em entrevista para o portal Bebê, explica como funciona a gravidez psicológica:É preciso ter tendências a ter alguma psicopatia que suporte esse delírio e negação da realidade”.

A psicopatia pode estar presente em todo tipo de cenário. Um dos gatilhos para que a gravidez psicológica apareça em mulheres com psicopatia é o trauma e o estresse severo. Mulheres que passaram por abortos espontâneos ou que não conseguem engravidar possuem grande frustração, e essa carga emocional fica acumulada, se transformando em alvo para o distúrbio tomar conta.

O estado emocional instável da mulher abala o corpo inteiro e faz com que as mudanças hormonais de uma gestação real apareçam. Por exemplo, os neurotransmissores relacionados ao estresse agem na alteração da produção hormonal da prolactina, hormônio que estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias, além de fazer a barriga aparentar maior pela distensão intestinal, e do LH, responsável pela ovulação e secreção de progesterona.

Apesar da ação desses hormônios, os testes de gravidez de farmácia e  de sangue não são capazes de detectar a gravidez, ou seja, o teste não dá positivo, isso porque o hormônio beta HCG  não é ativado.

Sintomas de gravidez psicológica

Saber como identificar uma gravidez psicológica pode evitar com que procedimentos cirúrgicos desnecessários, como no caso da mulher no Rio de Janeiro que mencionamos no início do artigo, sejam realizado. Além disso, o diagnóstico prévio faz com que o tratamento para o distúrbio seja conduzido antes que maiores danos tomem conta.

A gravidez psicológica faz crescer a barriga? Há a produção de leite pelas glândulas mamárias? A resposta é sim! Confirma mais sinais que podem aparecer em casos de gestação psicológica:

  • Atraso na menstruação;
  • Sensação de movimento na barriga;
  • Contrações, como no trabalho de parto real;
  • Produção de leite materno;
  • Enjoos;
  • Sonolência;
  • Crescimento das mamas;
  • Testes de gravidez negativos;
  • Comorbidade de transtornos psicológicos;
  • Entre outros.

Gravidez psicológica e tratamento

Não é nada fácil convencer uma mulher de que ela não está grávida de verdade. Todas as expectativas, amor e transformações pelas quais passou, são reais para ela. Então, é preciso muito tato e cuidados profissionais para tratar da mulher com pseudociese. A psicologia e a psiquiatria são os caminhos indicados no primeiro momento, já que essas mulheres se encontram com um distúrbio psicológico e precisam de acompanhamento psicológico para tratar os sintomas e as possíveis causas.

A gravidez psicológica não é algo premeditado pela mulher, e sim um distúrbio que necessita atenção e tato pelos familiares e equipe médica. É uma situação delicada e, qualquer outro trauma advindo do quadro, pode prejudicar ainda mais o psicológico dessa mulher e qualquer tentativa de engravidar de verdade. A saúde mental importa.

Curiosidade

Os homens também podem desenvolver um quadro parecido, denominado Síndrome de Couvade, popularmente conhecido como gravidez simpática.

Ele ocorre quando o psicológico masculino fica abalado com a primeira gestação de sua companheira e alguns sinais de gestação passam a agir em seu organismo, como por exemplo ânsia e insônia. Há também registro de raríssimos casos onde eles chagaram a sentir também as dores do parto.

A gravidez psicológica é um distúrbio raro, onde somente 1 a cada 20 mil gestantes podem desenvolver, mas mesmo assim é algo que deve ser de conhecimento geral pois é necessário que essa pessoa afetada receba as orientações necessárias para continuarem as suas vidas da melhor maneira possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.