Confira 5 dicas para ajudar alguém com depressão!

ajudar alguém com depressão

Não é tão simples saber o que dizer para alguém com depressão

322 milhões de pessoas no mundo. Esse é uma quantidade que chama a atenção, independente do assunto. É um contingente enorme. Entretanto, tal dado ganha ainda mais peso quando é revelado que esse é o número de indivíduos com depressão no planeta.

Os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) traduzem a realidade e trazem à tona um problema de saúde mental vigente. A questão já está disseminada e precisa ser tratada com seriedade! E, mais do nunca, é preciso aprender a como lidar com alguém com depressão.

No país, a condição já atinge 11,5 milhões de brasileiros, o que significa que 5,8% da população convive com a depressão diariamente. Num mero exercício estatístico, é possível afirmar que se você está em uma sala com 20 pessoas, pelo menos uma terá depressão.

“Saiba como a Telavita pode te ajudar!”

Os dados refletem o quão próxima a questão da saúde mental é das nossas vidas. É só imaginar as situações do cotidiano, como alguém no ônibus: aquela pessoa, ouvindo sua música num canto do vagão pode estar sofrendo com o problema. Ou até mesmo alguém próximo de você, como um colega de trabalho, um amigo ou um familiar. Então, abordar o que fazer para ajudar uma pessoa com depressão se faz extremamente necessário!

LEIA MAIS: Causas da depressão: Existem motivos da depressão?

Como ajudar alguém com depressão?

E como ajudar uma pessoa que tem depressão? São milhões que sofrem com esse problema e, além disso, é possível que alguém próximo esteja nessa condição. Nesse sentido, é válido aprender diferentes formas para auxiliar aqueles que precisam.

Aprenda sobre depressão

O primeiro passo para ajudar alguém com depressão é conhecer sobre a doença. Afinal, como a pessoa poderá prestar o melhor auxílio se ela não sabe muito sobre o problema? Desse modo, iria somente reproduzir padrões datadas.

Sendo assim, a partir do conhecimento será possível apresentar abordagens mais amigáveis e conversar de forma aberta e franca sobre o tema. Aprender é uma demonstração de importância e seriedade com o assunto.

“Quer saber mais sobre depressão? Leia o nosso artigo completo aqui!”

 

Adote uma postura acolhedora

O tom das ações também é igualmente relevante. Então, como ajudar alguém em depressão? Bem, primeiramente, é fundamental ouvir com atenção e acolher ao máximo aquele que está nessa situação.

Tente sempre manter a calma e compreenda como aqueles sentimentos afetam a vida de quem está sofrendo. Nesses casos, é importante estar sempre perto e disponível, além de demonstrar interesse no que está sendo tratado.

Saiba o que não dizer

Talvez mais importante do que saber o que falar, é compreender o que não dizer para uma pessoa com depressão. Uma simples frase pode ser o gatilho que irá desenvolver um agravamento da condição em que o indivíduo se encontra. Portanto, tome cuidado.

Confira abaixo o que não dizer:

– “Olhe pelo lado bom”;

– “Está tudo na sua cabeça”;

– “Você não deveria estar melhor agora?”;

– “Basta sair disso”;

– “Todos passamos por momentos como este”.

Sugira procurar ajuda profissional

A depressão é um transtorno mental que, embora não tenha cura, pode ter seus sintomas e impactos reduzidos com orientação profissional de psicólogos e psiquiatras. A ajuda de pessoas próximas é muito importante, porém seguir recomendações profissionais é fundamental para uma recuperação plena.

E como tratar alguém com depressão? A doença pode ser enfrentada sob duas frentes: psicologia e psiquiatria. Enquanto a figura do psicólogo é fundamental para compreender o quadro geral do psicológico do paciente e orientar para as mudanças de comportamento e fornecer autoconhecimento, o psiquiatra é responsável pela prescrição de remédios que irão estabilizar a questão sob o ponto de vista biológico.

Aconselhe o atendimento do CVV (Centro de Valorização da Vida)

Como lidar com alguém depressivo pode ser complicado, principalmente se existir alguma sinal suicida. Nesse sentido, é difícil a aproximação com a pessoa e, também, delicado de tocar em temas sensíveis. Orientar que a pessoa procure auxílio no CVV é um caminho excelente!

O CVV é uma associação civil sem fins lucrativos que realiza apoio emocional e atua na prevenção do suicídio. O trabalho feito por voluntário é gratuito e ajuda pessoas que querem e precisam conversar. O atendimento acontece todos os dias, em qualquer horário e pode ser feito via telefone, e-mail e chat.

Caso sofra de depressão, saiba que a terapia é uma das mais importantes formas de tratamento. A Telavita pode te ajudar nessa luta. A plataforma online possui um leque de opções de profissionais capacitados e especializados.

A psicóloga da Telavita, Ana Claudia Vadja (CRP 06/32697), pode te ajudar a lidar com a depressão!

ana claudia vadjaPsicóloga clínica e forense, atuando há 17 anos com adultos e família e casais. Especialista em Terapia Cognitiva,Transtornos Ansiosos e Afetivos (Depressão Bipolar). Perita – Aplicação de testes e elaboração de laudos psicológico na Vara Família (guarda e visitas). Tratamento em transtorno ansiosos (meditação, respiração), humor (Bipolar) e afetivos. Experiência em Resolução de conflitos.

“Agende uma consulta com a Ana aqui!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.