Tipos de depressão: Quantos tipos de depressão existem?

quantos tipos de depressão existem

Você sabia que existem diversos tipos de depressão? Confira aqui quais são eles!

322 milhões de pessoas. Esse é o número que torna a depressão o transtorno mental mais comum do mundo. E, como se não fosse o suficiente, a incidência de casos aumentou 18% entre 2005 e 2015.

Mas, quantos tipos de depressão existem? É complicado responder essa questão, pois há diversos transtornos com sintomas da depressão que são muitas vezes classificados como a própria doença. Entretanto, para fins dessa lista para compreender quais tipos de depressão realmente existem, serão tratadas somente aquelas derivações do distúrbio aqui em questão.

Então, conheça abaixo os principais tipos de depressão:

Depressão: tipos

Depressão maior

Dos principais tipos de depressão, esse é o mais comum entre eles. A pessoa possui humor depressivo e apresenta tristeza profunda. Desânimo, mudanças no sono e no apetite são outros sintomas da condição. Além disso, o indivíduo precisa apresentar o quadro por, no mínimo, 2 semanas.

Transtorno depressivo persistente (Distimia)

Trata-se de um transtorno mais leve, porém longevo. A pessoa lida com o mau humor e o desânimo, que devem estar presentes rotineiramente por, pelo menos, 2 anos. Por apresentar sintomas menos agressivos, é mais difícil identificá-lo.

LEIA MAIS: O que é Distimia? Saiba do que se trata essa forma de depressão!

Depressão psicótica

Qual o tipo de depressão mais grave? Talvez a depressão psicótica seja a resposta correta. Além dos efeitos depressivos, a pessoa precisa conviver com os episódios de delírio e alucinação decorrentes dessa condição. Por conta disso, pode ser considera o tipo de depressão mais grave.

LEIA MAIS: Depressão psicótica: Conheça o que é depressão psicótica e seus sintomas!

Transtorno afetivo sazonal

Esse tipo de depressão é mais comum em países de clima temperado, como Canadá e Dinamarca. Trata-se de um transtorno que ocorre principalmente no inverno, quando há menor período de luz solar. A falta de exposição ao sol torna as pessoas mais deprimidas.

Depressão atípica

O nome dá o indicativo de que algo parece fora do lugar. Essa depressão possui algo inusitado: mesmo nesse estado, algum evento pode melhorar o humor da pessoa. É temporário, mas existe uma breve melhora. Além disso, pode intensificar alguns sintomas, como aumentar o apetite ou dormir demais.

Depressão situacional

Dos vários tipos de depressão, esse é aquele mais circunstancial. Isso ocorre, pois depende de eventos específicos, como, por exemplo, a morte de algum ente querido. É normal ficar triste nessas situações, porém a doença aparece quando os sintomas extrapolam o normal e começam a se perpetuar.

LEIA MAIS: Causas da depressão: Existem motivos da depressão?

Transtorno disfórico pré-menstrual

Essa condição aparece no período que antecede a menstruação e acaba quando o ciclo se inicia. Os sintomas são mais graves do que a tensão pré-menstrual comum. Dessa forma, a pessoa fica incapaz de realizar atividades, pois apresenta sinais de maior tristeza, irritabilidade, desinteresse e oscilação de humor.

Depressão pós-parto

E chegamos ao último dos tipos de depressão. As mulheres com depressão pós-parto apresentam um quadro grave de tristeza profunda, ansiedade e exaustão. Isso dificulta a criação de laços com os filhos, além de dificultar a realização de tarefas diárias para cuidar dos bebês e de si.

LEIA MAIS: Fique atento para os sinais da depressão!

Caso sofra de depressão, saiba que a terapia é uma das mais importantes formas de tratamento. A Telavita pode te ajudar nessa luta. A plataforma online possui um leque de opções de profissionais capacitados e especializados. Agende uma consulta com um de nossos psicólogos e dê um passo para o início de seu tratamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.