Depressão crônica ou distimia: conheça os melhores tratamentos para distimia

0
251
tratamento para distimia

Todo mundo conhece algumas pessoas que reclamam de tudo. Parece até que nunca estão bem com a vida. São resmungonas e afastam o próximo com o seu comportamento. Achamos que muito disso está atrelado a personalidade do indivíduo, entretanto, este pode não ser o caso.

Distimia e depressão. Todos sabem o que é o segundo, porém poucos tem ideia do que se trata o primeiro. E não podemos culpar a desinformação pela raridade dessa condição, afinal são muitos os casos. Segundo estudos, de 3% a 6% da população pode ser enquadrada na situação.

A falta de paciência e irritabilidade, então, devem ser observadas. A distimia crônica, geralmente, passa desapercebida e o seu desconhecimento pode acarretar em graves consequências. Dessa forma, é fundamental aprender mais sobre ela.

Leia mais sobre o que é a distimia em nosso blog

O que é o Transtorno Depressivo Persistente (Transtorno Distímico)?

Mau humor. Esse é o significado de distimia e que faz jus a condição em que as pessoas se encontram. A distimia é um subtipo da depressão caracterizado pela tristeza crônica. Ela é uma depressão leve comparada com a depressão maior.

Além disso, também pode ser chamada de Transtorno Depressivo Persistente. Isso ocorre, pois ela é classificada somente quando os sintomas persistem por mais de 2 anos. A distimia pode começar na infância e adolescência, e pode durar até décadas.

Um dos maiores do problema da doença é a sua detecção. Como ela aparece muito cedo na vida das pessoas, esses sintomas acabam sendo confundidos com sinais de personalidade. A depressão crônica é mais sutil e dura muito tempo, então, é preciso prestar atenção nos sinais expostos.

Sendo assim, confira abaixo os sintomas da distimia, de acordo com o Manual MSD:

– Baixo apetite ou comer em excesso;

– Insônia ou hipersonia;

– Baixa energia ou fadiga;

– Baixa autoestima;

– Falta de concentração ou dificuldade em tomar decisões;

– Sentimentos de desespero.

Saiba qual o melhor psicólogo para tratar a depressão.

Distimia Tratamento

No caso da distimia e tratamento, não existe somente uma única solução. Dessa forma, o melhor tratamento para a condição é a combinação entre a terapia e o uso de medicamentos. Além disso, a adoção de hábitos saudáveis na rotina também ajuda a diminuir os sintomas.

O psiquiatra é primeiro profissional a ser consultado, nos casos de distimia. Medicamentos são fundamentais no tratamento, pois eles serão responsáveis por corrigir distúrbios biológicos que podem estar causando a doença. Os antidepressivos são os remédios utilizados, geralmente.

O próximo passo é procurar a ajuda em um psicólogo. O acompanhamento psicológico é fundamental para trabalhar os sentimentos e relações da pessoa com os outros. A terapia ajudará o indivíduo a reduzir padrões negativos de comportamento e ajudará na capacidade interpessoal dela.

É possível aprender também como tratar distimia naturalmente – apesar de que tais práticas devem ser utilizadas de forma complementar as expostas acima. Nesse sentido, adotar praticar mais saudáveis no estilo de vida ajudam no combate dos sintomas. Possuir um dieta sadia, realizar atividades físicas, evitar o consumo de álcool e drogas e dormir bem são algumas condutas recomendadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.