Depressão bipolar: A face do transtorno bipolar depressivo

transtorno bipolar depressivo

Depressão e bipolaridade acometem milhões de pessoas no mundo. Ambos são transtornos psicológicos sem cura e fazem mais pacientes a cada dia. Separados, essas doenças da mente têm consequências severas na vida de quem sofre delas. Agora, imagine conviver com sintomas de depressão bipolar? Sim, a depressão dá as caras na bipolaridade e é um dos polos do transtorno que precisam de muita atenção.

No entanto, é curioso perceber que não é uma depressão por definição. Trata-se de um transtorno afetivo bipolar com episódios de depressão. A distinção é importante na verificação dos indivíduos que passam por isso.

São aproximadamente 4 milhões de brasileiros que possuem o transtorno. O mais preocupante, porém, é a alta taxa de suicídio nessas pessoas. De acordo com um estudo, 19,9% de indivíduos com o distúrbio tentaram tirar a própria vida.

LEIA MAIS: Saiba o que é Transtorno Bipolar e como ajudar quem o possui

O que é depressão bipolar?

Bipolaridade ou depressão? Apesar da doença carregar referência aos dois, é preciso fazer a distinção. A depressão bipolar – CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde) F31.3 – é caracterizada como um “Transtorno afetivo bipolar”.

O DATASUS (Departamento de Informática do SUS) define essa categoria como um “transtorno caracterizado por dois ou mais episódios nos quais o humor e o nível de atividade do sujeito estão profundamente perturbados, sendo que este distúrbio consiste em algumas ocasiões de uma elevação do humor e aumento da energia e da atividade (hipomania ou mania) e em outras, de um rebaixamento do humor e de redução da energia e da atividade (depressão)”.

Já a depressão bipolar em si é definida pelo “episódio atual correspondente à descrição de um episódio depressivo leve ou moderado, tendo ocorrido, no passado, ao menos um episódio afetivo hipomaníaco, maníaco ou misto bem comprovado”, de acordo com o Departamento.

Causas do transtorno bipolar depressivo

Os transtornos bipolares ainda não possuem procedência conhecida. Dessa forma, existem somente indícios do que pode causar essa condição. É possível apontar fatores biológicos e de ambiente como os principais fatores.

Em relação ao primeiro, o distúrbio pode ser o resultado de uma desregulação dos neurotransmissores no cérebro, como a noradrenalina e serotonina. Além disso, eventos estressantes e traumatizantes são apontados como potenciais gatilhos da doença. Os episódios também podem ocorrer pelo uso de drogas, como anfetaminas e cocaína.

Depressão bipolar: sintomas

Conhecer os sintomas da depressão bipolar é importante para compreender melhor o distúrbio. A identificação do problema é mais fácil e, dessa forma, as pessoas podem procurar ajuda profissional com celeridade.

Confira abaixo quais os sintomas da depressão bipolar:

Episódios de mania

– Euforia;

– Agitação;

– Irritabilidade;

– Distração;

– Impulsividade.

Episódios de depressão

– Desinteresse geral;

– Fadiga;

– Excesso ou falta de sono;

– Ganho ou perda de peso;

– Tristeza profunda.

LEIA MAIS: 5 sinais de bipolaridade

Como é o diagnóstico da depressão transtorno bipolar?

Para aferir a situação do bipolar depressivo, o médico irá realizar uma avaliação, bem como analisar o histórico da pessoa. Além disso, é possível que sejam realizados exames de sangue e de urina para descartar outros transtornos.

De acordo com o Manual MSD, “o diagnóstico de transtorno bipolar se baseia em listas específicas de sintomas (critérios). No entanto, é possível que a pessoa com mania não descreva seus sintomas com exatidão, porque ela pensa que não há nada de errado com ela. Assim, o médico frequentemente precisa obter informações da família”.

Depressão bipolar tem cura?

Falar de cura em problemas mentais é algo complicado. Principalmente nessa questão, pois trata-se de um problema crônico. Ou seja, é algo que persiste ao longo do tempo. Sendo assim, não é possível falar propriamente de uma cura.

O que acontece é a remissão de sintomas. Dessa forma, a pessoa que passa pelo tratamento consegue diminuir os efeitos sentidos pela doença e pode ter uma vida plena e saudável.

LEIA MAIS: Qual a diferença entre dupla personalidade e bipolar?

Depressão bipolar: tratamento

No caso em questão, segue o modelo prescrito para tratar dos transtornos de bipolaridade. Para tal, o paciente será submetido a acompanhamento psicológico e tratamento medicamentoso. Nesse sentido, é fundamental a figura do psicólogo e do psiquiatra.

O psicólogo será o responsável por desenvolver a terapia junto com o indivíduo. Dessa forma, buscará compreender a raiz dos problemas para solucionar a questão. Já o psiquiatra, buscará distúrbios biológicos ocorrendo no corpo da pessoa e prescreverá remédios para reequilibrar o organismo.

Como é a terapia do transtorno depressivo bipolar?

O trabalho psicológico é imprescindível na recuperação plena da pessoa. A terapia possui o papel de compreender quais os gatilhos responsáveis por desencadear a doença e entender a raiz dos problemas.

Além disso, o tratamento psicológico também serve como um momento reservado para que o indivíduo possa trabalhar os próprios sentimentos. Assim, é possível conscientizar o indivíduo sobre os efeitos que a doença gera nas diversas áreas da vida. Então, ele conseguirá realizar uma maior reflexão e promover o autoconhecimento.

Dessa forma, o psicólogo utilizará recursos e técnicas necessárias para que a pessoa consiga suportar os momentos de crise depressiva bipolar. Com isso, o indivíduo conseguirá ter um maior controle sobre o que acontece no cotidiano e nos momentos difíceis.

A Telavita pode te ajudar!

Se você sofre de depressão ou transtorno bipolar, não hesite em procurar ajuda! A Telavita é uma plataforma de psicologia online capaz de te ajudar a lidar com essas questões. Dê o primeiro passo em busca da sua saúde emocional!

Você conhece a Orientação Psicológica Online? – Veja os benefícios e diferenciais! Clique Aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.