Como lidar com o sentimento de insegurança?

mulher-sofrendo-por-inseguranca

A insegurança é algo muito comum no cotidiano de uma sociedade pautada no desempenho, como a nossa. No entanto, tem sido comum sentir-se inseguro em determinadas atividades do nosso cotidiano como: entrevista de emprego, processos para entrar na faculdade e até mesmo insegurança em relação a aparência.

Contudo, em uma sociedade onde somos o tempo inteiro criticados para sermos melhores e lidamos com diversos exemplos que focam no desempenho, as pessoas vão desenvolvendo formas de lidar e/ou sentir- se inseguras e ansiosas inevitavelmente.

Insegurança e comparação com o outro

A insegurança e comparação com o outro são mais comuns no mercado de trabalho, afinal é onde essa relação se torna mais evidente na vida adulta, porém, o início desse cenário muitas vezes é dentro do próprio contexto familiar.

Torna-se cada vez mais comum vermos situações onde as pessoas acabam comparando os filhos com os irmãos dentro da própria família. Esse cenário produz uma certa ansiedade por estar fora da expectativa e gera o comportamento de se comparar e inferiorizar-se dentro do seu próprio repertório cognitivo.

Além disso, dentro do contexto escolar não é diferente. Ainda hoje observamos diversas escolas que caracterizam a posição do aluno entre primeiro, segundo, trigésimo ou quadragésimo dentro de um boletim de notas escolares. 

Esse sistema, por sua vez, gera um cenário coletivo de comparações onde um grande número de alunos fica abaixo de outro, incentivando o ato de se comparar com o próximo.

Como lidar com a insegurança?

Na medida em que vamos observando os diversos microssistemas e espaços que estamos inseridos, entendemos que as comparações se tornam cada vez mais reforçadas pelos próprios ambientes sociais. 

Logo, uma vez que somos reforçados pelos ambientes a nos sentir inseguros, precisamos em primeiro lugar, compreender em nosso consciente que toda comparação é injusta. 

Cada ser humano tem sua trajetória ao aprender um comportamento ou habilidade. A única comparação que é justa é consigo mesmo em tempos diferentes. Exemplo: no passado eu conseguia percorrer uma distância de 3 quilômetros em 40 minutos e hoje consigo em 19 minutos. 

No entanto, a melhor forma de lidar com a insegurança é saindo do ciclo vicioso de comparações com o ambiente externo pensando mais no próprio desenvolvimento pessoal, no próprio progresso. Trata-se de conseguir focar mais em si do que nas influências e pressões externas.

Como o sentimento se instala 

A insegurança aparece na vida das pessoas por ter um contexto de sofrimento. Vivemos situações que fazem com que a insegurança acabe aparecendo como um sentimento que marca e muitas vezes criam-se traumas.

A criança ou adolescente pode começar a vivenciar extrema ansiedade e medo antes mesmo de ter um desempenho ruim em uma prova, por exemplo. E não se torna incomum que muitas crianças reclamem de terem sentido um “branco” na prova.

Sendo mais específico: as pessoas aprendem a comparar-se com os outros e acabam frustrando-se de forma automática desde cedo. Dessa forma, não se culpe por se sentir assim.

Tenha paciência consigo mesma (o) ao lidar com o sentimento de insegurança: isso vai te exigir autoconsciência do que você pensa e uma mudança cognitiva ou seja, mudar os pensamentos e formas de ver-se em situações diferentes. E para isso, a figura de um psicólogo pode ser de extrema importância para vencer esse sentimento.

Agende agora uma consulta com psicólogo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.