Ansiedade no trabalho: Como a ansiedade e medo no trabalho podem atrapalhar

ansiedade no trabalho

A ansiedade no trabalho prejudica a qualidade de vida e do trabalho

A ansiedade é o transtorno mental mais comum no Brasil. São 18,6 milhões de brasileiros que convivem diariamente com essa condição, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em outras palavras, tal situação está presente na vida de 9,3% da população.

Nesse sentido, é possível imaginar o reflexo disso no ambiente de trabalho. Se praticamente uma a cada dez pessoas possuem o transtorno no país e as consequências de seus sintomas são sentidos em todos os setores.

Não é somente uma piora na qualidade do trabalho realizado, mas também no quadro de saúde do funcionário. Aliás, os transtornos mentais e comportamentais são a terceira causa de afastamentos laborais com auxílio-doença no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

É a tristeza ao ir trabalhar. O descontrole emocional no trabalho. O trabalho sob pressão. Essas situações são gatilhos para transtornos e atuam diretamente no aumento da ansiedade geral. Portanto, é necessário compreender melhor como cuidar dessa situação.

O que é a ansiedade causada pelo trabalho?

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, “os transtornos de ansiedade incluem transtornos que compartilham características de medo e ansiedade excessivos e perturbações comportamentais relacionados. Medo é a resposta emocional a ameaça iminente real ou percebida, enquanto ansiedade é a antecipação de ameaça futura”.

No caso em questão, esses transtornos são decorrência da pressão no ambiente de trabalho e todos os fatores que o envolvem. Dessa forma, a ansiedade e preocupação excessiva aparecem por conta de condições advindas de um ambiente desfavorável dentro da empresa.

“Saiba como a psicologia online pode te ajudar!”

LEIA MAIS: O que é ansiedade?

Causas da ansiedade e medo no trabalho

Sobrecarga de trabalho, pressão psicológica no trabalho ou tristeza no trabalho. São diversos os motivos que podem levar ao aumento da ansiedade no ambiente de trabalho. Sendo assim, é importante compreender quais as situações que atuam como gatilho para poder evitar que o pior ocorra.

Nesse sentido, uma pesquisa realizada com 4.717 trabalhadores franceses procurou compreender as condições de trabalho e o seu respectivo ambiente para determinar os casos de adoecimento por ansiedade.

Ao final, o estudo apontou o baixo nível de salário, os conflitos interpessoais, as tensões com o público para o qual prestavam o atendimento final e o desequilíbrio entre lazer e trabalho como os fatores que elevam o risco de ansiedade.

Além disso, é possível indicar outros fatores que aumentam a ansiedade. A pressão de trabalho, a cobrança excessiva, a busca por metas irrealistas, lidar com prazos curtos e o acúmulo de funções também podem ser apontados como motivos para desenvolver problemas de ansiedade.

LEIA MAIS: Pressão e ansiedade? Saiba como a terapia online na Telavita pode te ajudar!

Ansiedade no trabalho: sintomas

Conhecer os sinais que indicam a ansiedade no trabalho é fundamental. Somente assim é possível identificar potenciais problemas que afligem a pessoa. Além disso, saber sobre os sinais do transtorno permite que o indivíduo procure ajuda profissional de forma mais rápida.

Confira abaixo alguns sintomas do transtorno:

– Preocupação excessiva;

– Dificuldade na concentração;

– Cansaço;

– Problemas para dormir;

– Problemas de memória;

– Irritabilidade;

– Tensão muscular.

Como a ansiedade no ambiente de trabalho atrapalha

E quais as consequências da pressão no trabalho? É difícil precisar qual é o real dano que essas questões causam na vida das pessoas. Entretanto, não há como negar o fato de que atrapalham tanto no aspecto pessoal, como no profissional. As ausências no emprego, inclusive, aumentam.

De acordo com o artigo “Prevalência dos transtornos de ansiedade como causa de afastamento de trabalhadores”, “estudos brasileiros elencam os transtornos de ansiedade como uma das principais causas de afastamentos laborais dentre os transtornos mentais e comportamentais”.

Sobre o assunto, os autores demonstram certa preocupação. “Isso é preocupante frente às estatísticas identificadas em pesquisas recentes, que apontam um aumento no número de afastamentos por transtornos ansiosos”, complementam.

Ou seja, as pessoas estão ficando cada vez mais doentes por conta da ansiedade causada pela sobrecarga no trabalho. Nesse caso, se tal situação já está virando uma ocorrência médica, obviamente que isso prejudica o espectro pessoal.

LEIA MAIS: Você é ansioso? Conheça aqui 5 dicas para combater a ansiedade

O trabalho acadêmico “Transtornos de ansiedade como causa de afastamentos laborais”, comenta que “os transtornos de ansiedade interferem significativamente na vida do trabalhador e daqueles com quem ele convive, comprometendo suas atividades, seus relacionamentos sociais e outras esferas da vida”.

Caso sofra de ansiedade, saiba que a terapia é uma das mais importantes formas de tratamento. A Telavita pode te ajudar nessa luta. A plataforma online possui um leque de opções de profissionais capacitados e especializados.

A psicóloga da Telavita, Ana Claudia Vadja (CRP 06/32697), pode te ajudar a lidar com a depressão!

ana claudia vadjaPsicóloga clínica e forense, atuando há 17 anos com adultos e família e casais. Especialista em Terapia Cognitiva,Transtornos Ansiosos e Afetivos (Depressão Bipolar). Perita – Aplicação de testes e elaboração de laudos psicológico na Vara Família (guarda e visitas). Tratamento em transtorno ansiosos (meditação, respiração), humor (Bipolar) e afetivos. Experiência em Resolução de conflitos.

“Agende uma consulta com a Ana aqui!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.