Conheça os principais Distúrbios Sexuais – Transtornos que afetam homens e mulheres

0
2035
distúrbio sexual

Não podemos ignorar que muitas pessoas enfrentam problemas em relação aos distúrbios sexuais. E não são somente homens como muitos julgam, mas mulheres também apresentam diversas características desses transtornos.

De acordo com o Centro de Referência e Especialização em Sexologia (Cresex), o que mais influencia na origem desses distúrbios é o psicológico, e que muitas vezes são independentes de problemas do organismo. Uma pesquisa aponta que: “A grande maioria dos diagnósticos de distúrbios sexuais é de natureza psicológica, social ou cultural. Somente 13% das pacientes têm problemas de natureza orgânica, como alterações hormonais ou distúrbios originados por alguma doença”.

As causas podem ser variadas, sendo fatores psicológicos, orgânicas ou mistas. Qualquer situação que deixe o indivíduo depressivo, ansioso, em pânico e infeliz podem interferir em suas atitudes. Há também a colaboração para o desenvolvimento dos problemas, quando o paciente apresenta o uso de medicamentos, tabagismo, alcoolismo, problemas afetivos, traumas sexuais, falta de experiência sexual, problemas financeiros, entre outros. Esses são alguns dos diversos fatores que atingem homens e mulheres durante o sexo.

Assim, separamos os distúrbios masculinos e femininos mais conhecidos para orientá-los à primeira análise. Mas, é somente através do diagnóstico preciso de um profissional qualificado, que podemos definir com clareza qual é o problema psicológico escondido por trás desses sinais do corpo.

Distúrbios Sexuais Femininos

Aversão sexual

Quando existe a aversão pela atitude sexual ou evita o contato com qualquer ação e órgão genital.

Alguns fatores que podem explicar essa atitude como: traumas por conta de violência ou abuso, educação repreensiva e síndrome do pânico.

Pouco desejo sexual

É quando a mulher diminui ou perde o desejo sexual. Assim elas não sentem mais vontade e por isso não iniciam o ato, ou recusam a fazer. Essas mulheres possuem grande dificuldade de chegar ao prazer, e há casos de até mesmo cortarem o contato íntimo porque começam a se sentirem humilhadas ou inferiores.

Em relação ao psicológico, é marcado por depressão, perturbações, estresse e ansiedade.

Vaginismo

Dificuldade da mulher tolerar a penetração, pois involuntariamente se contrai e persiste nessa ação, sentindo dor e não conseguindo continuar.

Geralmente a principal característica dessas mulheres é o sentimento de culpa pelo ato sexual, sendo este por causa de uma educação conservadora, cultura social ou algum trauma.

Dificuldade na excitação sexual

É quando a mulher possui dificuldades de manter a excitação sexual no ato, sendo que a lubrificação pode diminuir e assim ela não conseguirá atingir a consumação.

Essas mulheres geralmente são extremamente preocupadas e possuem perturbações em relação a ansiedade que não as permitem relaxar. Este problema está também ligado ao estresse e depressão com a falta de estimulação adequada.

Dificuldade do orgasmo

Essas mulheres não conseguem manter, finalizar ou chegar a um orgasmo, perdendo totalmente o apetite sexual.

Conflitos psicossexuais e preocupações podem deixar as mulheres menos à vontade e por isso elas não conseguem chegar ao ápice.

Dispareunia

Muito comum mas pouco falado, é relacionado a dor que a mulher sente antes, durante ou após o ato sexual.

A dispareunia pode estar relacionada com problemas orgânicos e físicos como de infecção ou inflamação, mas também há causas de cunho psicológico por meio da ansiedade e distúrbios psicossexuais.

Distúrbios Sexuais Masculinos

Ausência de desejo sexual

Possuem ausência de vontade ou dificuldade em se satisfazer com alguma fantasia sexual.

Embora seja difícil, esse fator pode ser a causa ou consequência do distanciamento do casal. Os principais causadores são: depressão, perturbação com fatores exteriores e traumas que carregam de perdas.

Disfunção Erétil

É a incapacidade de atingir uma ereção completa ou de deixar o pênis ereto, chamado também como impotência.

Pode haver diversas doenças orgânicas e psicológica para este tipo de problema, é aconselhado procurar um médico e psicólogo.

Disfunções ejaculatórias

São: a ejaculação precoce, rápida ejaculação, ausência completa de ejaculação, ausência de contrações e a ejaculação retardada.

Todos possuem causas mistas de problemas psicológicos e orgânicos.

Dificuldade no orgasmo

Apesar da presença da estimulação, do desejo e da vontade o homem, o mesmo não consegue atingir o orgasmo.

Os principais fatores causadores são: medo de gravidez, estimulação inadequada, ansiedade, traumas e homossexualidade. Todos eles podem ser fatores que provoquem tal situação.

Dispareunia

Dor genital por infecção genital, prostatite, fimose ou doenças psicológicas.

Estes são os distúrbios sexuais mais comuns na vida de homens e mulheres. Segundo pesquisas do Serviço de Urologia do Hospital Orêncio de Freitas, em Niterói (RJ), homens e mulheres só buscam ajuda quando estão em situação avançada, tornando assim o tratamento mais longo e mais difícil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.