A dupla jornada de trabalho e o estresse feminino

0
1478

A aposentadoria tem sido uma das pautas mais frequentes dos noticiários, principalmente no tocante da diferença de idade entre homens e mulheres para se aposentar. Mas você sabe o motivo da desigualdade entre gêneros (masculino e feminino)?

Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), as mulheres trabalham cerca de 7,5 horas a mais do que os homens na semana. Isso se deve ao fato de sua dupla jornada de trabalho, entre emprego e atividades em seu próprio lar. Fica claro, então, que o trabalho feminino na atualidade é muito maior do que o masculino.

É costume cultural, na maioria dos lares brasileiros, a dupla jornada da mulher. Não obstante a desigualdade no mercado de trabalho feminino, as mulheres precisam trabalhar em casa, de forma não remunerada, em que elas terão que cumprir todas as atividades antes de poder descansar para o dia seguinte.

Aliás, alguns homens apontaram na pesquisa que auxiliam as suas esposas, mas com tarefas mais simples, menos pesadas e que demandam menos tempo. O trabalho feminino, então, é mais duro e longo. Infelizmente, muitos acreditam que este é um costume normal e não enxergam nenhum problema.

Porém, se analisarmos a condição feminina depois da inserção da mulher no mercado de trabalho, e o seu desenvolvimento físico e mental durante a vida, notaremos que a maioria das mulheres apresentam estresse, desgaste físico, depressão e uma baixíssima autoestima. E muitos desses problemas estão ligados a dupla jornada.

Pode-se notar, também, na pesquisa, que este dado diminui em famílias com padrões de vida maiores. A possibilidade de aquisição de eletrodomésticos, que auxiliam na maior parte das tarefas, e a contratação de uma empregada doméstica para desempenhar este papel, reduzem os efeitos da dupla jornada feminina.

Entretanto, nas famílias de baixa renda, em que a mulher precisa continuar trabalhando fora de casa, observamos que a mulher desprende 30 horas de sua semana em afazeres domésticos, enquanto o homem só gasta 12 horas com isso.

Os efeitos da dupla jornada de trabalho

A jornada dupla pode diminuir a autoestima da mulher. De acordo com a pesquisa, a maioria das entrevistadas queixaram de não possuir um pouco mais de tempo para cuidar delas próprias e de suas aparências. Aliás, muitas tem receio de serem abandonadas por seus parceiros por não terem mais a mesma vaidade.

Além do esgotamento físico, a dupla jornada de trabalho feminina pode também causar transtornos psicológicos, depressão, estresse e Burnout.

Como evitar que isso aconteça

Primeiro, a condição feminina na sociedade brasileira precisa ser revisitada. É necessário a quebra de barreiras e padrões culturais para poder lidar com a situação. A mulher conseguiu ganhar um pouco de atenção no mercado de trabalho. Com isso, conseguiu contribuir com a renda familiar e ganhar mais independência.

Contudo, os conceitos dentro do lar também precisam mudar, não somente para o parceiro como, também, para a própria mulher. O trabalho masculino e feminino deve ser feito de forma igualitária (principalmente quando o casal já tem filhos). Ademais, a comunicação será forte aliada na diminução da desigualdade no trabalho feminino.

Então, acompanhe os seguintes exemplos de costumes a serem adotados:

Saber aceitar o fato de que precisa de ajuda

A partir do momento em que você está em união com alguém, o relacionamento é uma comunhão de diversas coisas, inclusive das necessidades do lar.

Saiba admitir que as tarefas divididas com o companheiro serão realizadas mais rapidamente e renderão momentos de descanso maiores para a mulher e um melhor relacionamento para o casal, pois evita o estresse e permite o relaxamento.

Busque a saúde do corpo e mente

Hábitos saudáveis também contribuem para uma saúde mental. Adote dietas balanceadas e pratique atividades físicas que auxiliarão no alívio da tensão.

Procure relaxar. Todo mundo precisa de alguns minutos sozinho. Leia um livro, assista uma série, faça uma atividade que você goste muito. Se julgar necessário estabilizar um relacionamento já abalado pelo nervosismo e desgaste, recorra ao atendimento psicológico entre o casal.

Saiba aplicar prioridades

Não tente abraçar o mundo. Procure realizar as tarefas que não podem ser adiadas e de maior importância. Não se desgaste tentando solucionar tudo o que está pendente em apenas um dia. Calendários e quadros de organização de atividades auxiliam muito para não extrapolar durante o dia.

Infelizmente, ainda existe a disparidade entre homens e mulheres em conceitos culturais e sociais. A estabilidade e igualdade pode ser alcançada a partir do lar e o diálogo.

A compreensão das necessidades de todos dentro de uma família é uma das melhores formas de encontrar o equilíbrio e manter uma harmonia dentro de casa. Dessa forma,a jornada dupla de trabalho da mulher pode diminuir e até desaparecer, porém isso depende de um esforço conjunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.