Como vencer o medo para uma entrevista? Descubra aqui!

0
1795
superar medo para entrevista

Uma entrevista de emprego é capaz de mexer com bruscamente com as emoções de uma pessoa, isso porque além da timidez, existe o medo de não conseguir alcançar o objetivo e assim surgem diversas cobranças internas. Portanto, é importante estar preparado e saber o que fazer durante toda a entrevista, mostrando sempre que você está determinado e trará algo bom para a empresa.

Por isso, separamos algumas dicas que abrangem tanto na forma de falar, da postura e como responder corretamente, que te ajudarão em processos seletivos.

Se você percebe que seu medo excede, ou você possui muita vergonha e precisa de uma orientação, conte com nossos psicólogos e comece hoje mesmo conversando com sigilo, eficiência e fácil acesso. Clique aqui e confira!

Como vencer o medo para uma entrevista?

Antes da entrevista

Não deixe que a ansiedade controle tudo, lembre-se de que com a calma você conseguirá obter estabilidade e controle. Apresente-se diversas vezes em sua casa mesmo para familiares e amigos ou se preferir também poderá treinar sozinho em frente ao espelho.

Uma técnica muito famosa, é a de utilizar o celular para gravar você falando e depois assistir. Isso fará com que você mesmo possa observar os seus pontos fortes e aqueles que precisam ser desenvolvidos. O importante mesmo é conseguir identificar quais dos erros precisam ser corrigidos para que em uma entrevista ocorra de forma suave e natural.

Durante e entrevista

  • Sempre olhe nos olhos para falar;
  • Ser seguro não significa arrogância, lembre-se sempre da humildade;
  • Encare tudo também como forma de aprendizado e oportunidade.

Não se deve:

  • Falar alto ou baixo demais;
  • Falar com muita pressa ou devagar;
  • Falar em tom monótono, como que não se importasse;
  • Usar termos estrangeiros o tempo inteiro;
  • Ser sempre repetitivo;
  • Se a entrevista for em grupo, distrair quando outras pessoas falam;
  • Falar sem objetividade ou clareza;
  • Dizer sobre sua vida pessoal;
  • Usar termos técnicos;
  • Perder-se nos detalhes;
  • Usar linguagem como: “Tá?”, “Entendeu?”, “Certo?”, “Percebe?”, “mano”, “tipo assim”, “Acho que…”, entre outros.

Em relação à postura, não se deve:

  • Ficar mexendo em objetos o tempo todo;
  • Ajeitar cabelos e óculos excessivamente;
  • Coçar-se;
  • Cruzar os braços;
  • Roer unhas;
  • Enfiar mãos nos bolsos;
  • Apoiar mãos na cintura;
  • Apoiar-se em móveis;
  • Olhar sempre para o chão ou teto. Esteja atento!;
  • Olhar para o relógio o tempo inteiro.

Depois da entrevista

Não se desespere! Não fique ligando, enviando e-mails. Espere o tempo da empresa.

E o currículo?

  • Faça o levantamento das empresas que você já trabalhou;
  • Relacione nome da companhia, cargo e data tanto da admissão quanto demissão;
  • Informe as atividades relevantes, realizações, conhecimentos, entre outras coisas;
  • Exclua anotações que não são relevantes;
  • Comunicação objetiva e clara;
  • Frases curtas e positivas;
  • Evite papel colorido;
  • Sem símbolos ou molduras.

Em geral, para se livrar das emoções indesejadas, basta ter em mente quais são seus objetivos, e deixar bem claro para que o entrevistador também entenda o seu interesse pela empresa e pelo cargo proposto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.