Sua saúde sempre em 1° lugar: perca o receio em buscar ajuda psicológica

0
832
ajuda psicológica

A realidade é clara: o preconceito ainda é um grande empecilho para a busca de uma orientação psicológica. Ouve-se diversas vezes e de várias pessoas que a psicoterapia é uma coisa para fracos ou loucos. E por isso, diante a toda essa cultura é comum criar uma postura defensiva, e se tornam comuns pensamentos: ” estou com dificuldade de seguir sozinho, mas não quero demostrar fraqueza”, “ninguém sabe das minhas dores, por isso não vai conseguir me ajudar”, ou ainda: “o que dirão se souberem que busco um psicólogo online?”, entre outras diversas perguntas.

Importante também é lembrar que entre a sociedade brasileira, 23 milhões de pessoas necessitam de acompanhamento de saúde mental, isso porque neste número estão somente aqueles que já possuem algum problema desde transtornos a estresse emocional. Todavia, precisamos criar a cultura de prevenir, sendo assim não é preciso propriamente ter patologias como depressão, transtornos de ansiedade, traumas, distúrbios, entre outros para poder então procurar por um auxílio especializado.

A terapia pode ser considerada como um cuidado pessoal que ajuda na prevenção de possíveis problemas emocionais, pois tem o foco no autoconhecimento que é uma ferramenta muito importante para a busca e manutenção do equilíbrio pessoal.

Portanto, descubra aqui a melhor maneira de agir com sabedoria e autoconhecimento, clique aqui e fale com um dos nossos psicólogos.

Dicas de como lidar com o receio de ir ao psicólogo

Provavelmente para aqueles que pensaram em passar com um psicólogo, mas não o fizeram, já devem ter se perguntado: ” o que devo dizer?”, “por onde começar?”, ” o que vai resolver?”, entre outros questionamentos. Saiba que é normal esse sentimento de receio e uma série de  outras dúvidas.

O que não pode acontecer é que essas perguntas impeçam de seguir em frente e iniciar a terapia.

Por isso, separamos algumas dicas para que o receio possa acabar, ou pelo menos, amenizar. Confira:

  • é normal se sentir estranho e achar errado expor suas inseguranças;
  • não precisa se forçar a nada, se estiver com vergonha e não está pronto para algumas coisas, simplesmente não diga nada, até mesmo o silêncio é uma forma de comunicação em uma consulta;
  • tenha coragem, talvez você mesmo contará sobre determinadas fraquezas que não conhecia;
  • não ignore o problema, isso só fará seu corpo reagir de forma negativa;
  • lembre-se que ir ao psicólogo também é uma forma de contribuir ao desenvolvimento pessoal;
  • não tenha preconceito, lembre-se que a terapia também é sinal de reconhecimento e amor-próprio.
  • compreenda que você estará indo a um tratamento que irá melhorar seu bem-estar mental.

Como um psicólogo poderá ajudar?

Pode ser também que todo o questionamento e receio, seja pelo fato de não conhecer como funciona uma terapia, consequentemente não saberá o motivo de se dedicar a isso. Então separamos tópicos que também te ajudarão com algumas dúvidas e até mesmo curiosidades:

  • apesar da abordagem psicológica ser diferente, todo profissional possui condutas e princípios;
  • todo psicólogo faz um juramento que se compromete com o sigilo de todas as informações;
  • sempre haverá respeito ao seu ponto de vista;
  • técnicas e abordagens psicoterápicas serão facilmente colocadas em práticas e por isso o diálogo será facilitado;
  • o paciente cada vez mais terá autonomia para buscar suas próprias soluções.

Lembre-se que a terapia é para todos, por isso não se deve ter preconceito, mas enxergar como oportunidade de evolução e autoconhecimento.

Se você está procurando um psicólogo para orientação segura, poderá acessar a TelaVita e começar a experiência da consulta online mesmo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.