10 sinais de que você sofre violência psicológica

0
348
violência psicológica características

Distorcer informações. Omitir a verdade. Inventar mentiras. Essas são algumas formas de realizar o abuso psicológico, também conhecido como gaslighting. A violência psicológica acontece pela manipulação realizada pelo agressor, que faz a vítima questionar a sua própria sanidade e inteligência.

Não existe um perfil da vítima de violência psicológica, ela independe de tipo ou condição da pessoa. Existe violência psicológica no casamento, como também o problema pode afetar as crianças.

Dessa forma, é importante identificar os sinais do abuso para saber como combater a violência psicológica. Sendo assim, dividimos em atitudes e situações que o agressor e a vítima passam quando estão nessa situação. E, não se esqueça, violência psicológica é crime.

5 sinais do agressor do abuso psicológico

Nega a verdade

O abusador nunca admite a veracidade dos fatos. Não importa quantas provas existirem sobre o assunto, ele irá negar todas elas. A violência psicológica emocional ocorre, pois ele faz a vítima questionar a sua realidade. Assim, ela começa a duvidar das próprias convicções, tornando-se, novamente submissa ao agressor.

Usa o que é querido pela vítima contra ela

O abusador utiliza o que é precioso para vítima como forma de depreciá-la. Por exemplo, a violência psicológica contra a mulher pode envolver os filhos dela. Nesse caso, o agressor diz frases como “Você não é boa o suficiente para eles” ou “Você nunca deveria ter tido filhos”.

As ações não combinam com as palavras

Pessoas que realizam abuso psicológico, geralmente, fazem uma coisa e dizem outra. Então, preste atenção nas atitudes delas e se o que dizem condiz com as suas ações. A contradição entre elas pode ser a chave para identificar o gaslighting.

Fala algo positivo para confundir

Esse é um ciclo da violência psicológica. O agressor, que constantemente fala coisas ruins para a vítima, a elogia para mantê-la sobre o domínio dele. A manipulação psicológica, nesse sentido, ocorre para manter a pessoa vulnerável a novos ataques.

Tenta colocar a vítima contra as pessoas

O abusador utiliza mentiras e manipula a vítima para afastá-la de todos. Dessa forma, o agressor diz que as pessoas não gostam da vítima ou que determinado grupo não serve de boa companhia para ela.

Leia também em nosso blog como o machismo pode perpetuar problemas psicológicos.

5 características de violência psicológica na vítima

Cria justificativas para o comportamento do abusador

Como, geralmente, as ações do agressor refletem uma realidade diferente das suas palavras, a vítima passa a criar explicações das atitudes nada sensatas dele. Isso funciona como um mecanismo de defesa para evitar o choque de realidade da violência psicológica.

Está sempre pedindo desculpas

A vítima pede desculpas o tempo todo para o agressor, mesmo quando não há motivo para tal. Aliás, diversas vezes, ela não possui ideia do por que está fazendo aquilo, mas continua o fazendo mesmo assim.

Constantemente se sente confusa

Por conta da manipulação psicológica, a vítima fica num estado de confusão permanente. O pior disso tudo, é que ela começa a cogitar que não é uma boa pessoa ou que é até mesmo maluca.

Sente que costumava ser uma pessoa diferente

Confiante. Divertida. Relaxada. Esses adjetivos não podem mais ser usados para descrever a vítima. Aliás, ela não entende o que mudou e só sente que é uma pessoa diferente do que era antes. Nesses casos, é comum amigos próximos e familiares apontarem essas características discrepantes.

Não entende por que não está mais feliz

Mesmo quando coisas boas estão acontecendo ao redor da vítima, ela não consegue se sentir feliz. Aparentemente, tudo está bem, porém, mesmo assim, não consegue ficar bem consigo mesma. O abuso psicológico reprime os sentimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.