11 sinais de tendência suicida

1
63361
mulher-com-tendencia-suicida

Uma pessoa com tendência suicida e que planeja a própria morte em seus pensamentos  pode dizer que quer morrer e, muitas vezes isso não se trata somente de uma ameaça, é algo que já está criando raízes em sua mente e só aguarda por um momento propício.

No entanto, todos sabemos o quanto é complexo falarmos de nossas emoções e de expressarmos o que realmente sentimos. A angústia, tristeza e sentimentos depressivos são na verdade um pedido silencioso de socorro, onde podemos encontrar – se analisarmos mais a fundo – mais sinais de que essa pessoa já procurou como se matar.

Os principais sinais de tendência suicida

Os comportamentos suicidas podem aparecer de forma sutil, em formas de brincadeiras ou pequenos comentários que não são levados a sério quando ditos. Dessa forma, é preciso que tenhamos consciência e expertise para identificar os sinais e saber lidar com a informação da forma correta. Logo, os principais sinais de tendência suicida são:

1. Tristeza excessiva e isolamento

A tristeza excessiva e o isolamento podem ser um sinal de desgaste mental do indivíduo. Logo, aos poucos a pessoa vai se afastando dos amigos, da família, e de tudo. Sendo assim, não realiza as atividades que gosta e parece não estar mais interessada em nada. 

Às vezes a pessoa pode não perceber o que está passando com ela, por isso, é importante notar como as pessoas ao seu redor estão agindo. A tristeza profunda e constante pode significar que a pessoa não está bem e precisa de ajuda. 

2. Frases de alerta

Nunca devemos subestimar o que uma pessoa está falando, muito menos, menosprezá-las. Quando alguém falar “eu quero morrer”, não a classifique como dramática, fique atento a tendência suicida. 

Um exemplo claro disso é quando os adolescentes falam isso e costumam não ser levados a sério, o que é extremamente perigoso. O pedido de socorro pode ser explícito e devemos estar atentos a cada um deles.

Preste atenção nas seguintes frases ou correlatas:

  • “Eu preferia estar morto”;
  • “Eu não posso fazer nada”;
  • “Os outros vão ser mais felizes sem mim”;
  •  “Eu não aguento mais”;
  •  “Eu sou um perdedor e um peso pros outros”.

3. Consumo abusivo de bebidas, drogas e remédios

O consumo abusivo de drogas ilícitas e lícitas representa a angústia pelo qual a pessoa está passando, o que leva ela a procurar fugas da realidade. Logo, é uma das maneiras que a pessoa acha de tentar escapar das dificuldades do mundo real e encontrar um alívio imediato.

Contudo, o risco dessa situação, principalmente em pessoas com depressão e que estão pensando em como se matar, é o efeito desses componentes. O consumo abusivo deles pode desencadear um momento impulsivo, o que pode resultar no suicídio.

4. Resolução de assuntos pendentes

Pagar dívidas e contas. Desapegar-se dos bens materiais. Despedir-se de pessoas próximas. Quando a pessoa planeja se matar, ela começa a agir como se fosse realizar alguma viagem de longa duração.

Portanto, procura fazer a resolução de assuntos pendentes para não deixar nada a ser resolvido com as pessoas próximas ou com o mundo material. Tome cuidado, pois esses podem ser sinais de que o suicídio já foi definido.

5. Melhora aparente

“Mas ela melhorou tanto. Nem parecia mais triste”. Não é por que a pessoa deixa de demonstrar tristeza, que está tudo bem. Principalmente, se for uma mudança repentina. É comum haver uma melhora repentina antes do suicídio. 

A melhora ocorre, geralmente, porque a pessoa decide o que fazer. Sendo assim, não possui mais conflito interno e ela passa agir como se estivesse bem. Nessas situações, é importante prestar atenção na mudança súbita de comportamento, pois pode indicar que a pessoa irá tentar se matar.

6. Falar sobre ser um fardo

Quando alguém expressa que é um fardo para os outros, isso pode indicar uma crença profunda de que sua presença causa dor ou dificuldades aos entes queridos.

Contudo, essa perspectiva distorcida muitas vezes é alimentada por uma visão negativa de si mesmo, levando a pessoa a acreditar que não contribui de maneira positiva para a vida das pessoas ao seu redor.

O sentimento de ser um fardo pode emergir de várias fontes, como autoestima baixa, culpa não resolvida, depressão ou outras condições de saúde mental.

7. Dizer adeus ou fazer despedidas

Comentários que soam como despedidas finais ou preparações para o adeus podem ser um indicativo alarmante de que a pessoa está em um estágio avançado de sua luta interna e possivelmente planejando um ato suicida.

Esses tipos de comunicações podem variar desde mensagens explícitas, como “Adeus, nunca mais vou te ver”, até declarações mais sutis, como “Espero que você se lembre de mim”. Independentemente da forma como essas despedidas são expressas, é crucial levar todas elas a sério e agir imediatamente.

8. Agressão ou raiva intensa

Expressar raiva excessiva ou agressão pode ser uma forma de liberar a dor emocional. Para algumas pessoas, é difícil expressar tristeza ou desesperança, então essas emoções se transformam em raiva direcionada para dentro ou para fora.

No entanto, quando essa raiva é direcionada para dentro, a pessoa pode se culpar excessivamente, reforçando ainda mais a crença de que são inadequados ou que merecem sofrer. Isso pode agravar sentimentos de desesperança, alimentando o ciclo negativo de pensamentos.

9. Deterioração do autocuidado

Quando alguém começa a negligenciar cuidados pessoais básicos, como higiene, alimentação e sono, isso pode indicar que a pessoa está perdendo a vontade de cuidar de si mesma. A falta de autocuidado pode ser um sinal de desesperança e desinteresse pela própria vida.

Todavia, a negligência da higiene pessoal, como não tomar banho regularmente ou não cuidar dos cabelos e da pele, pode refletir a perda de uma imagem positiva de si mesmo. A pessoa pode não sentir a necessidade de se cuidar externamente, uma vez que está lutando com emoções internas avassaladoras

10. Busca de meios letais

A busca ativa por meios letais, como armas, substâncias tóxicas ou objetos perigosos, é um sinal de alerta crítico que indica um risco iminente de comportamento suicida. Esse comportamento é considerado um dos indicadores mais sérios de que alguém está se preparando para causar dano a si mesmo.

Quando alguém começa a adquirir ou planejar métodos para se ferir gravemente ou tirar a própria vida, a situação se torna extremamente urgente e requer intervenção imediata.

11. Aumento de comportamentos arriscados

Participar de atividades arriscadas ou impulsivas pode ser uma forma de tentar sentir algo em meio à dor emocional. Esses comportamentos podem ser uma fuga temporária da realidade, mas também aumentam o perigo para a pessoa.

Esses comportamentos podem variar desde a participação em atividades perigosas, como dirigir em alta velocidade, até o abuso de substâncias, envolvimento em relações perigosas ou negligência de precauções de segurança.

O que fazer ao identificar esses sinais em alguém?

800 mil pessoas. Esse é o número aproximado de pessoas que morrem por suicídio todos os anos. Se formos levar em consideração as pessoas que tentaram o suicídio, devemos multiplicar essa quantia por 20 (16 milhões no total). Esses números são uma estimativa da Organização Mundial da Saúde.

Desse modo, ao identificar sinais de tendência suicida em alguma pessoa, preste apoio, tenha uma escuta ativa e saliente a importância de procurar ajuda profissional. Ainda, a pessoa em sofrimento pode buscar ajuda para prevenir o suicídio nos seguintes lugares:

  • Centro de Valorização da Vida (CVV) – 188 (ligação gratuita);
  • CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde);
  • UPA 24H, SAMU 192, Pronto-Socorro e hospitais.

Das opções citadas, o Centro de Valorização da Vida é um dos mais utilizados. Ele oferece apoio emocional e ajuda na prevenção do suicídio. Além disso, a linha é gratuita e voluntária, atendendo todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo.

Conheça a Telavita

1 COMENTÁRIO

  1. Obrigado por permitir o compartilhamento deste excelente artigo. Fez-me pensar a respeito de tantos assuntos correlatos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.